quinta-feira, 23 de maio de 2013


A partir desta sexta-feira, Igreja Batista realizará o Congresso das Famílias


Buscando integrar e fortalecer os lares pauferrenses, a Igreja Batista de Pau dos Ferros realizará mais uma edição do “Congresso das Famílias”. Para isso, a Igreja, através do Pastor Ozéas Lucas Rego convida todos a participarem deste grande evento.

A programação tem início neste dia 24 de maio e se estende até o sábado, dia 25, e acontece na sede da Igreja Batista, situado à Avenida Getúlio Vargas, 1495 em frente ao INSS.

Acompanhe a programação:

Sexta-feira:

19:30hs Palestra para pais “Drogas: como prevenir”
Sábado:
15:30hs: Palestra para maridos e esposas “Os papéis...”
19:30hs: Palestra para casais “ Uma benção chamada sexo”
19:30hs:  Palestra para Jovens “05 maneiras de ser benção para minha Família
20:30hs: Jantar especial “homens cozinhando para mulheres”

Entra em vigor lei que estabelece prazo para início de tratamento de câncer pelo SUS


A partir de hoje (23), pacientes com câncer deverão iniciar o tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) até 60 dias após o registro da doença no prontuário médico. A determinação consta da Lei 12.732/12, sancionada pela presidenta Dilma Rousseff em novembro do ano passado, que entra em vigor nesta quinta-feira

Para ajudar estados e municípios a gerir os serviços oncológicos da rede pública, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou, há uma semana, a criação do Sistema de Informação do Câncer (Siscan). O software, disponibilizado gratuitamente para as secretarias de Saúde, vai reunir o histórico do paciente e do tratamento. A previsão do governo é que, a partir de agosto, todos os registros de novos casos de câncer no país sejam feitos pelo Siscan.

quarta-feira, 22 de maio de 2013


VEREADOR SOLDADO JADSON DENUNCIA ABUSO DE AUTORIDADE NO 2°BPM



Baseado em diversas denúncias registradas nos últimos meses acerca da possível prática de abuso de autoridade no 2° Batalhão de Polícia Militar, o vereador Soldado Jadson (PT do B) manifestou-se sobre o assunto durante seu pronunciamento na sessão desta terça (21/05) na Câmara Municipal de Mossoró.

Segundo o parlamentar, a entidade que representa os militares na cidade tem colhido relatos de associados onde determinado oficial estaria extrapolando as normas regulamentares da instituição e até mesmo destratando subordinados. "São vários casos que chegam ao nosso conhecimento partindo sempre do mesmo oficial. Alguns praças chegam até mesmo a chorar em consequência do tratamento a eles dispensados. É inaceitável que isso ainda ocorra nos dias de hoje onde tanto se clama por uma polícia cidadã. Espero que o comandante da unidade, Tenente-Coronel Alvibá, tome as providências pois acredito que ele não compactua com tal situação", afirmou o vereador.

Também acionada, a assessoria jurídica da Associação de Praças de Mossoró e Região (APRAM), através do Dr. Roberto Barroso, informou que "já protocolou requerimento próprio junto ao comando do referido batalhão solicitando a apuração administrativa em razão da possível ocorrência de abuso de autoridade por parte do oficial. Em seguida, serão adotadas medidas na esfera judicial que se adequarem ao caso em comento." Relatou, ainda, que "Aguarda o despacho do Tenente-Coronoel Alvibá nos próximos dias no que tange ao pleito administrativo".

terça-feira, 21 de maio de 2013


SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS SOLICITA AUDIÊNCIA COM MARIDO DE ROSALBA

Diante das decisões tomadas em assembléia dos policiais civis no último dia 16, o Sindicato dos Policiais Civis do RN (Sinpol/RN) protocolou ofício junto ao secretário-chefe do Gabinete Civil, Carlos Augusto Rosado, marido da governadora Rosalba Ciarlini, solicitando reunião com urgência. O objetivo da audiência é explicitar os pontos que têm trazido grandes prejuízos não apenas aos policiais, mas principalmente a toda a sociedade, devido ao grande aumento da violência no Estado.

Dentre as várias problemáticas, encontram-se quatro situações insustentáveis, como:
  1. grande déficit de pessoal: são cerca de 1.500 policiais civis, somando-se delegados, agentes e escrivães; 
  2. desvio de função: muitos policiais atuando na custódia e vigilância de presos de justiça;
  3. paralisação do processo nº 74943/2011-4, de enquadramento nos níveis funcionais, que se encontra na Consultoria Geral desde outubro de 2012;
  4. e, proposta de mudança na LC 270/04 e demais Leis que alteram o Estatuto da Polícia Civil: a categoria foi surpreendida com um anteprojeto de Lei de criação da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesed), que visa tornar a Polícia Civil muito mais fragilizada, pois “pulveriza” o ínfimo efetivo em várias unidades, o que trará uma total ineficiência técnica- operacional, e, ainda retira de maneira afrontosa direitos dos servidores, bem como avanços conquistados através de muita luta.
Diante disso, o Sindicato solicita do gestor como providências urgentes: a nomeação dos concursados da Polícia Civil, bem como curso de formação para os suplentes e futura nomeação dos mesmos; a retirada definitiva dos presos de justiça que ainda restam na estrutura da Polícia Civil; a continuidade no enquadramento nos níveis funcionais e o arquivamento do processo nº 65219/2013 que cria anteprojeto de Lei para prejudicial alteração no Estatuto da Polícia Civil.

Por fim, informa ao secretário que, segundo deliberação da categoria, ficou agendada nova Assembleia Geral Extraordinária a se realizar no dia 20 de junho, para análise da situação, havendo nesta oportunidade a avaliação de possível indicativo de greve, caso a insustentável situação tenha se perpetuado, ou o diálogo não tenha se estabelecido.
PORTAL NO AR

GOVERNO EXONERA DELEGADO GERAL

Fábio Rogério, de preto, fez duras críticas à decisão tomada pelo seu superior Aldair da Rocha
A exoneração do delegado Fábio Rogério Silva do cargo de delegado geral da Polícia civil fragiliza ainda mais a situação da segurança pública do Rio Grande do Norte. As recorrentes notícias de aumento da criminalidade do Estado têm mais esse agravante, anunciado no início da noite de ontem. O novo nome para ocupar o cargo é o do delegado Ricardo Sérgio Costa Oliveira, que atualmente está à frente da Academia de Polícia (Acadepol). Tanto a exoneração de Fábio Rogério, quanto a nomeação de Ricardo Sérgio estão publicadas hoje no Diário Oficial do Estado (DOE).

A Secretaria de Comunicação do Governo do Estado informou que a destituição do cargo se deu pelo fato de que Fábio Rogério havia sinalizado à governadora, Rosalba Ciarlini, que gostaria de integrar a Força Nacional, em Brasília. Em uma reunião da cúpula da segurança pública do Estado com o titular da Sesed, Aldair da Rocha teria informado que haveria mudanças na Polícia Civil, mas não confirmou quais seriam. Logo depois, no início da noite, foi anunciada a exoneração.

Em entrevista à TRIBUNA DO NORTE, Fábio Rogério Silva desmentiu a informação de que havia solicitado sua saída, afirmando que tinha vontade de permanecer no cargo.
“Não pedi para sair. Fui tirado. Queriam um bode expiatório para justificar o problema da segurança pública e escolheram a Polícia Civil ”, declarou o delegado Fábio Rogério Silva.
O bacharel considera que estava realizando um bom trabalho à frente da Delegacia Geral e acredita que não merecia a destituição.
“Será que foi mesmo a Polícia Civil a responsável pela atual situação da segurança?”, questionou.  
“Vínhamos fazendo boas operações”, opinou Fábio Rogério.
O secretário Aldair da Rocha foi procurado para falar sobre a exoneração, mas não atendeu aos telefonemas da reportagem. Para o Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública (Sinpol), a saída de Fábio Rogério foi uma surpresa. “Ele tinha um discurso muito alinhado com o do Governo”, afirmou o presidente do Sinpol, Djair Oliveira. 

Quanto à Ricardo Sérgio, nomeado para o cargo, o sindicalista confirmou que se trata de um bom profissional, “mas o sindicato vai continuar brigando pelo interesses da categoria, independente do posicionamento do novo Delegado Geral”.
TRIBUNA DO NORTE