sexta-feira, 16 de agosto de 2013

SECRETÁRIO GARANTE RETORNO DA FORÇA NACIONAL AO RN ATÉ O FINAL DO ANO

O secretário de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, Aldair da Rocha, garantiu o retorno da Força Nacional para o Rio Grande do Norte até o final deste ano. De acordo com o secretário, as atividades da equipe investigativa foram suspensas, temporariamente no estado, por determinação da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da justiça, que decidiu relocar a força tarefa para o estado de Goiás, para trabalhar na elucidação de casos mais urgentes.
O Secretário Aldair da Rocha disse não ter tomado conhecimento da informação de que a Força Nacional teria deixado o estado porque não houve renovação, por parte do governo estadual, do prazo de permanência da equipe aqui no RN. Fato que foi confirmado pelo Ministério da Justiça, em Brasília. “Recebi um chamado da secretário nacional, Regina Miki, solicitando a transferência da Força Nacional para o estado de Goiás. Não tenho informação sobre renovação de prazo, que eu saiba estava tudo acertado com o ministério já”, declarou o secretário.
Mesmo diante do quadro de crise vivido pelo Rio Grande do Norte, com greves e ameaças de greves por parte de várias esferas da segurança pública estadual, alegando falta de estrutura, o secretário disse que os casos que não foram concluídos pela Força Nacional, deverão ficar sob responsabilidade da Delegacia Especializada de Homicídios (Dehom).
Ainda segundo ele, a estimativa é de que até o final deste ano a Divisão de Homicídios seja instalada e passe a funcionar no RN. O projeto vai contar com recursos do programa Brasil Mais Seguro, do Governo Federal, que prevê o investimento na área de investigação de homicídios. “Temos todo esse planejamento e tudo vai depender agora da liberação dessa verba por parte do Governo Federal”, adiantou.
O secretário adiantou ainda que 80 dos 300 policiais que aguardam ser nomeados serão chamados para compor a divisão. “Teremos novos investimentos em segurança pública e estamos trabalhando para adiantarmos ao máximo esses projetos”, finalizou.
PORTAL NO AR

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.