domingo, 7 de julho de 2013

Papa diz que evangelização independe da quantidade de recursos disponíveis

Cidade do Vaticano, 7 jul (EFE).- O papa Francisco insistiu neste domingo na necessidade de uma igreja mais pobre durante a homilia da missa realizada diante de 6 mil noviças e seminaristas reunidos no Vaticano.
"A divulgação do Evangelho não é garantida nem pelo número de pessoas, nem pelo prestígio das instituições, nem pela quantidade de recursos disponíveis. Jesus enviou seus discípulos para pregarem sem bolsa, sem sacolas e sem sandálias", disse o líder religioso.
Durante sua homilia, o papa lembrou palavras de seu antecessor Bento XVI: "A Igreja não é nossa, mas de Deus. O campo a ser cultivado é seu".
Francisco lembrou ainda que evangelizar não é uma profissão e que os evangelizadores não escolhem exercer a função, mas são escolhidos por Deus para desempenhá-la.
"Os operários para evangelizar não são escolhidos mediante campanhas propagandistas ou convocações para o serviço e a generosidade, mas são escolhidos e ordenados por Deus", destacou.
Após a missa, o papa celebrou o Ângelus dominical da janela do palácio pontifício. Em seu discurso, ele lembrou: "anunciar o Reino de Deus é algo urgente e que não se deve perder o tempo em conversas, nem esperar o consenso de todos".
"Quantos missionários fazem isto. Semeiam vida, saúde e consolo nas periferias do mundo", enalteceu. EFE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.