sábado, 23 de março de 2013


Delegado não vai a Audiência Pública e diz que o evento tem propósito de “promover personagens já conhecidas”

É certo que a Câmara Municipal de Pau dos Ferros realizará uma audiência pública para discutir segurança pública. O evento acontece na tarde de hoje (veja matéria abaixo)...
Porém, mais certo ainda é a ausência do Delegado Regional da 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil, Inácio Rodrigues de Lima Neto.


Em texto encaminhado para o blog, o bacharel afirmou que a audiência pública é inoportuna e que o texto encaminhado pela assessoria de imprensa da Câmara para a imprensa é agressivo e leviano.

Doutor Inácio aponta ainda a prisão de pelo menos três quadrilhas que estavam cometendo roubos seguidos na cidade de Pau dos Ferros. Segundo o delegado, há cerca de 40 dias nenhum roubo foi registrado na cidade, graças ao trabalho da polícia.

O bacharel finaliza o texto afirmando que a audiência pública está sendo realizada com o propósito de promover personagens conhecidas e que não é necessário o referido evento para se constatar que o problema das polícias é a falta de efetivo e estrutura.

Abaixo, o blog publica o texto encaminhado pelo delegado Inácio Rodrigues, na íntegra:
 
"Caro Jean Carlos,

Aproveitando o grande número de leitores do seu Blog, peço que publique os seguintes esclarecimentos: Não vou comparecer a essa audiência pública, que considero inoportuna, já que há quase quarenta dias não ocorrem assalto na cidade, que está longe de viver crise na segurança pública. Também considero agressiva e leviana a afirmação constante no texto da assessoria, que informa que " população está preocupada/aflita e sem nenhuma resposta satisfatória dos responsáveis pela segurança". Como assim? Os assaltos pararam por conta da identificação e prisão de três quadrilhas, responsáveis por todos os assaltos havidos. Isso mostra que a audiência pública servirá apenas para que personagens conhecidos se promovam. Todos sabem que o problema das polícias é a falta de efetivo e estrutura. Não é preciso audiência pública para constatar isso. Vou gastar as duas ou três horas que perderia nessa audiência para tocar as inúmeras investigações que estamos fazendo, essas sim, eficazes contra a violência.

Agradeço.

Inácio Rodrigues Lima Neto
Delegado de Polícia Civil"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.