quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013


Senado: Renan anuncia medidas para economizar R$ 266 milhões


Parte das medidas previstas no projeto de Reforma Administrativa do Senado (PRS 96/2009) serão implementadas mesmo antes da aprovação do texto. Foi o que anunciou em Plenário ontem o presidente da Casa, Renan Calheiros.

O objetivo é garantir de imediato maior eficiência ao Senado, já que o texto da reforma, aprovado no final de janeiro pela Comissão Diretora, ainda precisará seguir sua tramitação no Plenário.

Entre as mudanças a serem implementadas estão a redução da estrutura responsável pelo serviço médico da Casa, que deve funcionar somente para casos de emergência, e a criação da Secretaria de Transparência do Senado, que, de acordo com o senador, não criará novas despesas para o Senado.

Junto com a extinção de cargos comissionados, a redução de vagas de terceirizados e a fusão do Interlegis, do Unilegis e do Instituto Legislativo Brasileiro (ILB), as medidas devem gerar economia de R$ 266 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.