terça-feira, 12 de fevereiro de 2013


Polícia age rápido e prende suspeito de assassinato em Martins


 

O universitário Ronaldo Oliveira da Silva, de 28 anos (na foto à direita) foi morto a facadas na madrugada de segunda-feira no Centro da cidade de Martins, região Serrana do Oeste do RN.
O comandante do destacamento militar de Martins, sargento Azevedo, contou que por volta de meia noite duas pessoas se envolveram numa briga.
O universitário procurou apaziguar o conflito. Entretanto, um não gostou. O desocupado Domingos Cosmo da Silva, de18 anos, armado de faca, atacou Ronaldo na rua.
O crime aconteceu na calçada do supermercado Bonerjão, localizado à Rua Desembargador Silvério, no Centro de Martins, uma das cidades mais tranqüilas do Oeste do RN.
Ronaldo sofreu duas facadas: uma na altura do coração e outra no abdômen. Foi levado para o Hospital Municipal Dr. Manoel Villaça, mas não resistiu.
Na mesma noite, o sargento Azevedo conta que a PM saiu em diligência, mas não conseguiu alcançar o suspeito, que fugiu entrando no mato.
Ao meio dia desta segunda-feira (11), a Polícia Militar de Martins e Umarizal receberam informações de que Domingos estava escondido em Portalegre.
Os PMs Gilenilson e Gutemberg foram acionados para checar a informação e confirmaram, prendendo Domingos numa residência no bairro Carrapicho.
O suspeito foi autuado em flagrante por homicídio.
Ronaldo Oliveira residia no bairro Lagoa Nova, em Martins, e cursava o oitavo período de Contabilitade, no Campus da Universidade do EWstado do Riko Grande do Norte na cidade de Patu, onde tinha muitos amigos.
O corpo de Ronaldo, após ser examinado no Instituto Técnico-científico de Policia (ITEP), em Mossoró, foi liberado para sepultamento, que aconteceu na tarde desta segunda-feira, no bairro Lagoa Nova, em Martins, com a presença de professores, alunos, familiares e amigos.
Suspeito de assassinato foi preso pela polícia de Portalegre e reconduzido a cidade de Martins onde responderá pelo crime a ele atribuído.
*Por Cézar Alves - De Fato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.