quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013


Agricultor é decapitado por vizinho em Pedro Velho


O agricultor José Hailton Alves Gomes, 20 anos, foi degolado e decapitado com golpes de foice, na noite de ontem (20), na zona rural de Pedro Velho, na região Agreste do Rio Grande do Norte. O principal acusado de ter cometido o homicídio, de acordo com a Polícia Militar, é o agricultor José Vieira, considerado uma pessoa violenta no município.

Segundo a Polícia, José Vieira estava brigando com a sua esposa, única testemunha do assassinato, quando a vítima que por coincidência tinha acabado de sair de casa, ao subir na sua motocicleta, foi pego de surpresa pelo vizinho. Sem qualquer motivo, segundo perícia inicial do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep), José Hailton sofreu pelo menos oito foiçadas que o degolou.

Vieira fugiu do local do crime, mas depois de passar a noite e a madrugada em diligência, a Polícia Militar de Canguaretama o prendeu sem nenhuma reação, por volta das 4h de hoje (21), saindo de um matagal ainda de posse da arma do crime. O acusado está na Delegacia do município para ser ouvido pela Polícia Civil.

Em entrevista a uma emissora de rádio de Natal, por telefone, José Vieira demonstrou estar consciente das consequências que vai sofrer devido ao homicídio. Ele pode ser condenado pelo júri popular a mais de 15 anos de prisão, e alega que agiu em legítima defesa, porque a vítima o estava ameaçando de morte e estava "com medo dele", inclusive de pôr fogo em sua casa. "Não foi certo, mas podia ter sido ele que tirasse a minha vida", disse o acusado, que tem consciência que pode vir a cumprir mais de 20 anos de prisão.

* TRIBUNA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.