sexta-feira, 3 de agosto de 2012


Mais de 50 municípios potiguares serão beneficiados com cisternas.







Um total de 55 municípios potiguares serão contemplados com a construção de cisternas rurais em todas as regiões do estado. 

Ontem, em Pau dos Ferros, houve a primeira reunião de mobilização para a construção dos equipamentos, envolvendo lideranças comunitárias e gestores municipais da área de assistência social da região Alto Oeste. 

Na ocasião foi apresentada a metodologia de trabalho na execução do projeto de construção de cisternas de placas.

O projeto será executado pelo Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos Comunitários (Seapac), organismo de ação social da Igreja Católica que venceu a licitação realizada pela Secretaria Estadual do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas). 

O Programa Nacional de Cisternas no Rio Grande do Norte vai começar pelos municípios de Água Nova, Coronel João Pessoa, Doutor Severiano, Itaú, Luís Gomes, Marcelino Vieira, Paraná, Portalegre, Riacho da Cruz, Riacho de Santana, Rodolfo Fernandes, São Miguel, Taboleiro Grande e Venha Ver.

Diário de Natal

quinta-feira, 2 de agosto de 2012


Municípios têm até setembro para solicitar máquinas pelo PAC2



Municípios de até 50 mil habitantes que estão fora de regiões metropolitanas têm até o dia 18 de setembro para participar do processo de aquisição de máquinas e equipamentos para construção e recuperação de estradas vicinais. A ação faz parte da segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) e prevê a doação de 3.591 retroescavadeiras e 1.330 motoniveladoras às prefeituras contempladas. O formulário de cadastramento está disponível no portal do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), no endereço eletrônicowww.mda.gov.br.
Confira postagem completa, clicando AQUI.

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Mais de 90% dos municípios podem ficar sem recursos federais para saneamento



A um dia do prazo final definido pela Lei 12.305/2010, menos de 10% dos municípios brasileiros entregaram o Plano de Gestão de Resíduos Sólidos, prevendo formas de manejo do lixo em cada cidade. A partir de amanhã (2), os repasses de recursos federais para as áreas de saneamento e limpeza urbana serão suspensos para as cidades que não apresentarem o plano.

A obrigatoriedade está prevista na lei que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos em 2010. Apesar do prazo de dois anos, apenas as prefeituras de 400 cidades e os governos de nove estados e do Distrito Federal conseguiram entregar o planejamento.

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, do total de planos entregues até hoje, 291 já foram aprovados e contratados. Neste total, estão incluídos os planos estaduais que foram concluídos pelos governos de Pernambuco, do Rio Grande do Norte, de Mato Grosso, Sergipe, da Bahia, de Santa Catarina, do Amazonas, de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e do Distrito Federal.

Com a aprovação e contratação dos planos, o repasse de recursos federais permanece normalizado. Outros 197 planos municipais ainda estão em análise.

Os planos de gestão de resíduos devem incluir, por exemplo, a previsão de audiências públicas com a comunidade local para discutir questões relacionadas ao lixo e a estratégia para a erradicação dos lixões e construção de aterros.

A Política Nacional de Resíduos Sólidos também obriga a desativação de todos os lixões do país até 2014. Como alguns municípios enfrentam dificuldades na execução dessa norma, justificadas, principalmente, pela falta de recursos e burocracia, o modelo de planos intermunicipais têm sido incorporado por alguns estados que optaram pelo estabelecimento de consórcios entre duas ou mais cidades.

Dados do governo federal apontam que mais da metade dos 5.564 municípios brasileiros do país não dão destinação correta para o lixo.
 
Agência Brasil

DO BLOG 'NOSSO PARANÁ'

ACREDITAMOS QUE TODO CIDADÃO DE BEM CONCORDA


PM que atirou em criminoso rendido na Barra da Tijuca é preso.

Prisão foi pedida após imagens de cinegrafista amador exibirem a ação.
Policial foi levado à unidade prisional na noite desta terça-feira (31).





ASSISTA AO VÍDEO AQUI

A Polícia Militar decidiu prender o policial identificado como autor do disparo que feriu a perna de um criminoso que havia participado de um sequestro-relâmpago na tarde desta terça-feira (31), na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Segundo nota da PM, o policial será recolhido à unidade prisional da polícia ainda na noite desta terça-feira (31).

Além disso, será aberta averiguação sumária, onde será apurado se houve conivência ou prevaricação dos outros policiais que aparecem no vídeo.

O Secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, determinou que os policiais sejam submetidos a processo de expulsão sumária, segundo informou o Jornal Nacional. Para o secretáio, é “inadmissível que uma polícia que busca a pacificação tenha policiais com esse tipo de conduta”.

Imagens de um cinegrafista amador mostram o PM atirando na perna de um criminoso, que já estava rendido, como mostrou o RJTV. O disparo foi feito após uma ação da Polícia Militar que evitou um sequestro-relâmpago, na Barra da Tijuca. Houve perseguição, troca de tiros e quatro bandidos foram presos. Na versão da polícia, sem saber das imagens do cinegrafista amador, o criminoso foi ferido durante o tiroteio.

A vítima do sequestro-relâmpago foi uma mulher, rendida na Avenida Lúcio Costa por quatro homens. Ela estava com um sobrinho, que tinha acabado de buscar na escola. Os criminosos renderam a mulher dentro do carro dela, e seguiram com ela e o sobrinho.

A Polícia Militar foi avisada da ação dos bandidos e conseguiu interceptá-los ainda na Barra da Tijuca. Os quatro homens foram presos e as vítimas libertadas sem ferimentos.

VERSÃO DO PM X IMAGENS DE CINEGRAFISTA AMADOR
O cabo Pessoa, da PM, que participou da ação, contou como tudo ocorreu: “Nós avistamos o carro e fizemos uma perseguição de, mais ou menos, uns cinco ou seis quilômetros, e conseguimos que o carro dos criminosos, após bater em outros, parasse em frente ao condomínio Golden Green. Só que não poderíamos atirar porque tinha vítimas dentro do carro. Nesse momento, eles saltaram atirando na nossa viatura e dos outros companheiros. Nós nos abrigamos e revidamos a injusta agressão, quando um dos elementos foi alvejado na perna e os outros pularam para dentro do condomínio.”

Mas imagens feitas por um cinegrafista amador, pouco depois da prisão dos criminosos, revelam uma história diferente da versão apresentada pelo policial militar. Em uma cena, um dos assaltantes já preso é levado por policiais militares no meio da rua. Em outra cena, outro criminoso aparece também preso dentro de um terreno baldio.

Os policiais vasculham o matagal como se estivessem procurando por algo deixado pelos bandidos. Um dos assaltantes está com as mãos para o alto. Mesmo assim, o policial dá quatro tiros em direção ao muro.

Logo em seguida, um dos PMs, de frente para o bandido dominado, saca a arma e faz um disparo no assaltante. Após o tiro, o policial algema o homem ferido e o leva mancando.

O criminoso baleado foi levado para o Hospital Lourenço Jorge. Os outros três foram encaminhados para a 16ª DP (Barra da Tijuca). A vítima não quis ser identificada. Na delegacia, apenas uma arma foi apreendida.
FONTE: GLOBO.COM