sábado, 22 de dezembro de 2012

Tribunal de Justiça afasta prefeito de Natal e manda presidente da Câmara assumir


Edivan Martins, presidente da CMN, chegando para dar posse a Paulinho Freire (Foto: Ricardo Araújo/G1)
Natal poderá ter o quarto prefeito em menos de dois meses. Na noite desta sexta-feira (21), o desembargador Amaury Sobrinho, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, decidiu afastar o vereador Ney Lopes Júnior do cargo. Pela decisão, o presidente da Câmara Municipal, Edivan Martins, deverá ser empossado prefeito da capital potiguar.

O afastamento de Ney Júnior foi confirmado pela assessoria de imprensa dele. Edivan Martins havia decidido não assumir a Prefeitura depois que o vice-prefeito Paulinho Freire renunciou à chefia do Executivo para ser diplomado vereador.
No entanto, o Ministério Público pediu à Justiça que julgasse ilegal a atitude do presidente da CMN, que não poderia se negar a assumir o cargo. Para os promotores, a lei orgânica de Natal diz que, com o afastamento da prefeita Micarla de Sousa e a renúncia de Paulinho Freire, quem tem que assumir o cargo é o presidente da Câmara de Vereadores.
G1 RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.