sexta-feira, 8 de junho de 2012



Dr. INÁCIO CONCEDE ENTREVISTA AO BLOG NOSSO PARANÁ


Entrevista com o Dr. Inácio Rodrigues!

    Dr. Inácio Rodrigues
     Delegado Regional
Na semana em que completa um ano do brutal assassinato da criança FRANCISCO DE ASSIS DA SILVA JUNIOR, o Blog procurou o responsável pela investigação, o Delegado Regional de Pau dos Ferros, Inácio Rodrigues Lima Neto, para saber em que estágio está o Inquérito Policial, visto que até hoje a família da criança e toda a sociedade clama por Justiça. Aproveitando a oportunidade, o Blog indagou o Delegado sobre outros casos e temas ligados a Segurança Pública da região. Acompanhe:



 Blog Nosso Paraná RN (NPRN): Até hoje este blogueiro é diariamente indagado por populares sobre o andamento das investigações do brutal assassinato da criança FRANCISCO DE ASSIS DA SILVA JÚNIOR.  O que foi apurado até hoje? Qual a motivação e quais os autores do crime?

Delegado Inácio Rodrigues (DIR) : O caso não está totalmente esclarecido, mas há uma linha de investigação coerente, que resultou inclusive na prisão preventiva de FRANCISCO DAS CHAGAS BARBOSA, conhecido como TITI. No dia do desaparecimento da criança, TITI, que residia em Apodi, chegou à noite a casa de uma irmã em Pau dos Ferros, sujo e informando que estaria vindo do bairro Manoel Domingos, onde estava ajudando na reforma da parede de um açude. Ficamos sabendo disso após vários dias do achamento do corpo porque a irmã de TITI comentou na rua.  Chamamos a irmã de TITI na Delegacia e ela confirmou a história oficialmente,  em termo de declarações.Como o corpo da criança foi encontrada próximo a uma parede de um açude no Bairro Manoel Domingos,  achamos que TITI poderia ter envolvimento no crime. Além disso, pesquisamos em todo o Bairro Manoel Domingos e constatamos que nenhuma parede de açude havia sido reparada nos últimos meses.

NPRN: Aí ele foi preso?

DIR: Ele já havia ido para Apodi, mas a irmã não sabia informar com exatidão o endereço dele. Ela deu apenas algumas referências. A equipe foi a Apodi, mas não encontrou TITI, que segundo familiares estaria na zona rural de Caraúbas. Localizamos ele no Sítio Mirandas. Ele de cara disse que sabia o que os policias faziam ali, e falou que era sobre a criança achada morta em Pau dos Ferros. TITI confirmou que presenciou a morte de Francisco de Assis, mas atribuiu o crime a outra pessoa, chamado por ele de GERALDO. No mesmo dia o Juiz Rivaldo Pereira Neto decretou a prisão temporária de TITI. Nos dias seguintes fizemos reconstituição e checamos com os peritos do ITEP toda a versão de TITI, que se mostrou compatível com os elementos colhidos na cena do crime. A prisão preventiva foi decretada e ele ficou preso por cinco meses, até fugir no dia 30.12.2011, quando houve uma fuga em massa do CDP.

NPRN:  O senhor acha que ele é o único envolvido ou tem mais gente? O tal GERALDO citado por ele foi identificado?

DIR: Não temos indícios que apontem sem dúvidas o número de pessoas que participaram da barbaridade, mas temos certeza que TITI estava no local. Ainda não identificamos a pessoa apontada por TITI como o autor do crime. A recaptura de TITI é essencial para o esclarecimento do caso, por isso aproveito a oportunidade para pedir ao Blog Nosso Paraná e a todos os outros blog’s que trazem notícias sobre segurança pública, que publiquem a foto de FRANCISCO DAS CHAGAS BARBOSA, vulgo TITI. Se alguém avistá-lo favor ligar para 33519650 ou 190.

NPRNE quanto a investigações de outros crimes de repercussão, como o homicídio do professor Carlos Magno, ocorrido em Doutor Severiano há mais de seis meses?

DIN: A investigação sobre a morte do Professor está bastante avançada, mas infelizmente nem eu e nem ninguém pode falar nada sobre isso, pois o caso está coberto pelo segredo de justiça, decretado pelo Juízo de São Miguel. Infelizmente as investigações- especialmente de homicídios- nem sempre caminham na velocidade que a sociedade espera. São trabalhos complexos que demandam grande paciência de quem apura, para que a prova seja bem colhida e resulte futuramente em uma condenação na  Justiça. Posso citar investigações que ocorrem há mais de dois anos e sobre as quais ainda temos grande expectativa na identificação da autoria, como por exemplo, o caso do Clêonio Otaviano de Almeida Souza, conhecido como CIGANO e que foi morto no perímetro irrigado em 06.03.2010. Cigano foi assassinado com dois tiros de calibre .12, na entrada da propriedade da família. O caso está dependendo de uma comparação balística para caminhar. Temos grande esperança de apresentar provas contra os autores deste crime e fazê-los responder na Justiça.

NPRNHá alguns meses o senhor apresentou a sociedade o autor da morte do marchante FABIANO ALVES BEZERRA, conhecido como GORDO. E os mandantes, foram identificados?

DIN: A Polícia e a família do Gordo sabem quem foram os mandantes e a motivação. O Raimundo, autor do crime, já foi denunciado pelo Ministério Público, e é apenas uma questão de tempo para todo o caso ser concluído. Há um clamor social muito grande pela prisão dos mandantes.

NPRN: E outras investigações sobre outros temas? O senhor pode adiantar algo?

 DIN: Falar sobre investigações em andamentos sempre é complicado, pois algumas estão em segredo de Justiça, e outras só avançam em total sigilo, mas posso adiantar que continuamos priorizando o combate ao crime base de todos os outros, o tráfico de drogas. Estamos concluindo também um inquérito que identificou pessoas relacionadas com a exploração sexual de crianças e adolescentes. Enfim, é muito trabalho por fazer. Isso sem falar no que já fizemos este ano. Realizamos a Operação Cristal, que com a gravação de mais de vinte mil áudios de ligações telefônicas autorizadas pela Justiça, identificou e prendeu dezesseis pessoas envolvidas com o tráfico interestadual de drogas entre Rio Grande do Norte e Paraíba, fechando uma porta de entrada de drogas para a nossa região, prendemos em flagrante uma quadrilha de bandidos que realizaram um assalto  a uma  joalheria e subtraíram quase cem mil reais em ouro, com a recuperação de todo o material, elucidamos o homicídio do adolescente conhecido como  GAGUINHO  e muito mais.

NPRN: Na semana passada a Governadora chamou mais 85 Policiais Civis entre Delegados, Escrivães e Agentes. Nossa região receberá Policiais Civis?

DIN: Receberemos um Delegado, um escrivão e quatro agentes, que atuarão nas comarcas de São Miguel e de Portalegre. O número de profissionais é insuficiente, mas já é um reforço considerável para as ações de segurança do alto oeste. Esperamos que com a ocorrência de mais nomeações, que devem acontecer paulatinamente, pelo menos mais dois Delegados e respectivas equipes venham somar na área da 4ª Delegacia Regional, que compreende vinte e um municípios. A Polícia Civil aumentará seus trabalhos na região, disso não tenho dúvidas.


*IRLN/GAM




Francisco das Chagas Barbosa-Titi
Procurado 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.