quarta-feira, 23 de maio de 2012

Categoria avalia movimento paredista em Assembleia


 

Os professores da UERN se reuniram em Assembleia realizada na manhã de hoje, 23, no pátio da Reitoria da Universidade, para avaliar o movimento paredista e encaminhar novas estratégias de mobilização. A paralisação continua por tempo indeterminado, já que o Governo do Estado ainda não respondeu à proposta, encaminhada pela ADUERN há duas semanas, exigindo o pagamento do reajuste de 10,65% em maio, retroativo a abril.
“Parece que o Governo quer matar a greve pelo cansaço. É injustificável essa falta de resposta. Só podemos pensar que o Governo realmente deseja prejudicar a Universidade, inclusive os estudantes. Vamos dar continuidade ao movimento paredista e às manifestações até que nos seja enviada uma resposta quanto ao cumprimento do acordo”, avalia o professor Flaubert Torquato, presidente da ADUERN.
Programação
Na noite de hoje, 23, os professores participam da solenidade de Colação de Grau no Campus de Patu, às 19h. Nesta quinta-feira, 24, às 9h, será realizada reunião do Comando de Greve da ADUERN, na sede do sindicato em Mossoró. Às 17h, os professores participam do ato “Sinal Fechado para a Educação”, articulado pelos estudantes. A manifestação será realizada no semáforo da Cobal. Às 19h, haverá participação da categoria docente na Colação de Grau no Campus de Pau dos Ferros.
Na sexta-feira, 25, haverá reunião do Comando de Greve Unificado (ADUERN/SINTAUERN/DCE), na sede da ADUERN Mossoró, às 9h. Já no sábado, 26, às 8h, será realizada uma caminhada com panfletagem, saindo da Cobal e terminando na Feira do Vuco-Vuco.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.