terça-feira, 29 de maio de 2012

Audiência de conciliação fracassa e greve da Uern permanece

Grevistas e Estado não chegaram a consenso em negociação intermediada por desembargadora do Tribunal de Justiça.

 Fracassou a tentativa de por fim à greve de servidores e professores da Universidade Estadual do RN (Uern). Após audiência realizada na manhã desta terça-feira (29) no Tribunal de Justiça, Estado e grevistas preferiram o hiato e seguem por caminhos bifurcados.

As alegações do Governo do Estado, explanadas pelo consultor geral, José Marcelo, evocaram o discurso de impossibilidade de ceder os reajustes reivindicados pelos paredistas.

A conciliadora do imbróglio, a desembargadora substituta Sulamita Pacheco encerrou a audiência ao constatar que o Estado não teria propostas para apresentar, salvo o pedido de fim da greve, que não foi acatado pelos servidores.

Em até 48 horas, a magistrada promete apreciar o pedido de liminar impetrado pelo Estado para que se ponha fim à greve da Uern.

Fonte:Nominuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.