sábado, 11 de fevereiro de 2012

HOMENAGEM ESPECIAL AO PARTIDO DOS TRABALHADORES

O PT brotou como uma flor no asfalto, a partir da confluência de diversas forças populares que se uniram em torno de um objetivo comum: democratizar o nosso país, torná-lo um país de todos e todas.
Comemorar 32 anos do Partido dos Trabalhadores é sem dúvida motivo de muito orgulho e emoção, pois embora tenhamos muitos desafios a superar, temos convicção de que estamos no rumo certo. Em plena crise econômica gerada na sede do capitalismo euro-norte-americano, o Brasil se torna exemplo para o mundo ao combater a crise e ao mesmo tempo reduzir as imensas desigualdades sociais acumuladas desde o chamado "descobrimento". Não por acaso as pesquisas indicam que o PT é o partido preferido da população brasileira.
Quando assumimos o governo federal, não esquecemos que a verdadeira disputa política e ideológica se dá nas ruas, escolas, locais de trabalho, no campo e na cidade, por isso continuamos construindo e fortalecendo os movimentos sociais, a exemplo da CUT, do MST, da UNE e dos chamados novos movimentos sociais. O fortalecimento da sociedade civil é imprescindível para aprofundar nossa democracia, para efetivar o controle social das políticas públicas e para impulsionar transformações mais ousadas.

Comemoramos 32 anos de PT após o primeiro ano de mandato da presidenta Dilma Rousseff: a primeira mulher eleita presidenta. Este é o resultado da luta de homens e principalmente de mulheres que transformaram nosso partido num instrumento de luta contra o machismo. Além de mulher, Dilma é símbolo da luta pela democracia brasileira, pois participou ativamente da resistência à ditadura militar. Muitos ainda não sabem, mas vários daqueles que hoje ocupam espaços nos governos e parlamentos representando o Partido dos Trabalhadores têm trajetórias de luta que merecem ser transformadas em filmes. Alguns dizem que perderam a radicalidade e agora são reformistas, como se ainda enfrentássemos a ditadura militar. Mas nós lutamos justamente para que os conflitos ideológicos pudessem ser superados no campo do debate político, da síntese dialética, da construção de consensos possíveis. A nossa radicalidade permanece, continuamos defendendo o mesmo programa estratégico, mas deliberamos que a via para transformar nosso sonho em realidade é a via democrática.
Vamos juntos, pois o brotar de uma flor anuncia o princípio da primavera. Parabéns a todos nós que construímos o PT, filiados e não filiados, pessoas públicas ou anônimas. Estamos expressando o verdadeiro sentido de um partido político.
Fátima Bezerra, Deputada Federal-PT/RN


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.