sábado, 16 de julho de 2011

Maioria aprova Dilma e desaprova Rosalba e Micarla

Seis meses após elegerem uma presidenta da República, uma governadora e há pouco mais de um ano de votar para a Prefeitura, os natalenses reexaminam os apoios dados e reafirmam desaprovações. Pesquisa realizada pelo Instituto Certus, em parceria com a TRIBUNA DO NORTE, na primeira semana deste mês, mostra que apenas a presidência de Dilma Rousseff obteve índices positivos de aprovação entre os entrevistados.

O Instituto Certus aplicou um questionário com seis perguntas aos entrevistados (veja quadro técnico). Três delas eram sobre como estão sendo avaliadas as administrações federal, estadual e municipal pelos natalenses.

Comparada com a votação obtida no segundo turno de 2010 entre os eleitores da capital potiguar, a presidenta Dilma Rousseff (48,2% dos votos válidos) deu a volta por cima nos seis primeiros meses de administração e experimenta um crescimento significativo no apoio: 61,4 % dos natalenses aprovam o governo que ela vem fazendo. O índice de desaprovação a Dilma (25,4%) é apenas metade dos que votaram em Serra no segundo turno (51,4%) em Natal.

A situação mostrada pela pesquisa do Instituto Certus, em relação ao governo Rosalba Ciarlini, é proporcionalmente inversa. Eleita no primeiro turno de 2010, com 39,1% dos votos dos natalenses, a governadora não conquistou os natalenses - 55,6% desaprovam a administração estadual - e parece ter perdido apoio. Apenas 25,4% dos entrevistados aprovam as ações da governadora nestes seis primeiros meses de gestão. Mantendo a comparação com os resultados eleitorais, a desaprovação de Rosalba é, praticamente, equivalente a soma dos votos obtidos (59%) pelo ex-governador Iberê Ferreira de Sousa e o ex-prefeito Carlos Eduardo em 2010.

No âmbito da Prefeitura de Natal, a desaprovação à gestão Micarla de Sousa se mantêm alta: 88,6% de todos os entrevistados disseram desaprovar a atual administração. O índice de aprovação é de 7,8% e, apesar de baixo, nem mesmo se traduz em intenção de votos na possibilidade da prefeita vir a se candidatar a releição (veja texto e infográfico sobre intenções de votos).

Para Mardone França, os índice de aprovação/desaprovação às titulares dos três níveis do Executivo, entre os natalenses, têm origem em "estilos diferentes e opções diferenciadas de como governar" .

Fonte: Tribuna do Norte

Depoimento da deputada federal Fátima Bezerra(PT), sobre o mandato da vereadora Lívia


”Quero parabenizar o trabalho da vereadora Lívia Sonalle que, insistentemente, luta por melhores condições de vida para a população de Rafael Fernandes. Juntas, lutamos pela aquisição de um ônibus escolar para Rafael Fernandes. Foi a vereadora Lívia que reivindicou uma emenda parlamentar de minha autoria para implementação do Programa de Esporte e Lazer da Cidade (PELC) no município, promovendo o acesso de crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos ao esporte e ao lazer, como também, uma emenda no valor de R$ 100.000,00 para reformar a única quadra de esportes que existe no município. A população de Rafael Fernandes com certeza pode se orgulhar de ter uma vereadora como Lívia na Câmara Municipal. É um prazer tê-la como parceira de nosso mandato”.

Veja mais depoimentos no blog www. vereadoralivia.blogspot.com

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Governo mantém silêncio e greve na UERN continua


Sem resposta do Governo do Estado às reivindicações dos professores da UERN, a categoria decidiu, em assembleia realizada na quinta feira (14) pela continuidade do movimento paredista. A ADUERN elaborou há 15 dias uma nova proposta, mas a administração estadual ainda não sinalizou o atendimento.

Na ocasião, os professores que avaliaram as negociações, expressaram o descontentamento com o descaso do Governo em não responder à pauta de reivindicação da categoria. Dessa forma, a greve continua enquanto não houver um acordo favorável para os docentes.

Ainda foi aprovada uma moção de apoio e solidariedade aos trabalhadores da educação pública do Rio Grande do Norte e em repúdio à ilegalidade da greve decretada pelo Tribunal de Justiça do RN a pedido da Governadora Rosalba Ciarlini.

Além da greve, a categoria ainda escolheu os representantes do sindicato para compor a comissão de elaboração dos estudos e da proposta de autonomia financeira para a UERN. Foram eleitos: Telma Gurgel, do departamento de Serviço Social; Marcos Von Zuben, do departamento de Filosofia do Campus de Caicó; e Valdomiro Morais, do departamento de Matemática e Estatística.

Sobre o Congresso da ADUERN, ficou decidida a sua suspensão e que a nova data do evento será deliberada em uma nova assembleia convocada após encerramento da greve.
Neste sexta(15), o comando de greve se reúne, na sede da ADUERN, às 9h, para discutir novas estratégias de mobilização para a campanha por mais verba para a UERN, melhores salários e melhores condições de trabalho.


Assessoria de Comunicação da ADUERN
Talita Lucena (DRT 1551-RN)

Fátima Cardoso, coordenadora do Sinte, diz que manutenção da greve não representa afronta à Justiça

Fotos: Divulgação


Após a realização da assembleia dos professores, nesta quinta-feira(14), que decidiu pela manutenção da greve, a coordenadora geral do Sinte, Fátima Cardoso(foto), fez algumas considerações sobre o movimento.

Segundo Fátima Cardoso, a decisão dos professores de manter a greve, apesar da determinação do TJRN, não representa uma afronta à justiça.

Para ela, o entendimento dos trabalhadores é de que a contraproposta apresentada pela diretoria ao governo ainda pode ser negociada. “Por isso os trabalhadores optaram por se manterem mobilizados”, diz Fátima.

De acordo com a coordenadora do Sinte, na contraproposta que o Sindicato apresentou ao Governo, os valores a serem pagos aos professores seriam divididos da seguinte forma: 34% este ano, 21,76% no mês de janeiro de 2012 e de lá até junho para a integralização da tabela, que foi proposta na revisão do Plano de Carreira do magistério.

“Caso a proposta feita pelo Sindicato ao Governo não seja atendida, os professores terão perdas cada vez mais significativas, até mesmo em relação a outras categorias do funcionalismo publico que já entraram em acordo com o Estado”, enfatiza Fátima Cardoso.

Para ilustrar essas perdas, Fátima explica que, no mês de dezembro, categorias das Administrações Direta e Indireta terão um ganho 100% maior que o magistério.

Como exemplo, ela cita um servidor com nível superior em início de carreira. Esse trabalhador começaria a carreira com um salário de R$2.550. Enquanto isso, um professor com nível superior iniciaria sua carreira com um salário de R$1.264.

Fátima frisa que o Sindicato está aberto a negociações. “Queremos resolver essa questão sem queda de braço, mas de forma que os professores não sejam ainda mais prejudicados. Estamos dispostos a negociar, até mesmo para chegar ao valor de R$2.142, para o início de carreira. O que já é uma cifra inferior a das demais categorias trabalhistas do serviço público estadual”, assinala a coordenadora do Sinte.

Deliberações da assembleia

Além da manutenção da greve, os trabalhadores definiram na assembleia realiza hoje a realização de uma reunião do Comando de Greve nesta sexta-feira (15). O encontro será às 14h30 na sede do Sinte.

Também será feita uma visita a Escola Almirante Tamandaré, em Extremoz, para averiguar a denúncia de substituição de profissionais no local; mobilização nas escolas; veiculação de notas na TV e a realização de uma nova assembleia na próxima segunda-feira (4), às 14h30, na Escola Winston Churchill.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Congresso aprova a LDO



Lei mantém salário mínimo de R$ 616,00 para 2012; texto segue para sanção presidencial

O Projeto de LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para 2012, aprovado nesta quarta-feira pelo Congresso, manteve o valor do salário mínimo previsto pelo Executivo de R$ 616,34. Além disso, a LDO estabelece que o Orçamento da União para o ano que vem terá que preservar uma dotação para o aumento real aos aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

O Congresso alterou a proposta do Executivo de excluir de reajuste, em 2012, o auxílio-alimentação e a assistência pré-escolar, médica e odontológica quando o valor do benefício pago aos aposentados e pensionistas superar o valor médio da União, praticado em março de 2011. Os deputados e senadores mantiveram nessa regra, apenas, o auxílio-alimentação.

No que diz respeito às transferências de recursos para o setor privado, a LDO para 2012 acrescenta novas entidades beneficiáveis, como as de assistência social que trabalhem com idosos, crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade ou risco, além de habilitação de pessoas com deficiências. Pelo texto, a entidade que receber recursos para investimento terá que comprovar capacidade gerencial, operacional e técnica para desenvolver as atividades e informar a quantidade e qualificação de seus profissionais.

Metas


O relator-geral, Márcio Reinaldo Moreira (PP-MG), preservou os parâmetros macroeconômicos do governo federal pelos quais o crescimento esperado da economia brasileira neste ano será de 4,5% e 5% em 2012. A meta de inflação prevista pelo IPCA (Índice de Preço ao Consumidor Agregado), para 2011, continua em 5%, segundo o relator da LDO e de 4,5% em 2012.

Sobre as “metas e prioridades de 2012”, o relator-geral incluiu o pagamento pelo Executivo das emendas individuais de deputados e senadores, além das ações referentes ao PAC (Programa de Aceleração e Crescimento) e à superação da extrema pobreza, já previstas no texto do Executivo.

Quanto às metas de superávit primário para 2012, a LDO aprovada pelo Legislativo manteve o valor nominal de R$ 139,822 bilhões para União, estados e municípios. Desse total, R$ 96,973 bilhões caberá ao governo federal. Os deputados e senadores restringiram, entretanto, a redução máxima desse valor em R$ 40,6 bilhões, no caso das ações previstas no PAC.

TCU


O déficit nominal aprovado não poderá ser superior a 0,87% do PIB e o crescimento das despesas correntes – gastos com pessoal, por exemplo – não poderá superar o crescimento dos investimentos. Já as emissões de títulos da dívida do Tesouro Nacional terão que ser previstas na lei orçamentária e nos créditos adicionais.

De acordo com o texto aprovado, acerca da paralisação de obras públicas, por conta de problemas detectados pelo TCU (Tribunal de Contas da União), os congressistas estabeleceram que a decisão deverá ser encaminhada pelo órgão à Comissão Mista de Orçamento no máximo em 40 dias, a contar da conclusão das auditorias.

Também ficou definido na LDO que dentro desse prazo de 40 dias, 15 serão reservados para a manifestação preliminar do gestor da obra. Foi estabelecido, ainda, que a suspensão das obras e serviços só poderá ser evitada por decisão da Comissão Mista de Orçamento.

Além disso, segundo o texto da LDO, o governo federal não poderá executar qualquer investimento antes de aprovado o Orçamento Geral da União, pelo Congresso. O texto do Executivo previa investimentos, mesmo sem a sanção do orçamento até 31 de dezembro, em obras do PAC e com inversões financeiras relativas à participação da União no capital de empresas.

COMUNICADO



Professores e professoras em Assembléia

O SINDISERPRAN - Sindicato dos Servidores Público Municipais de Rafael Fernandes e Água Nova, comunica a toda comunidade escolar (pais e alunos) e a toda a população rafaelense que mediante atendimento parcial das reinvidicações dos professores, a categoria decidiu em assembléia pelo fim da greve e o retorno das aulas neste dia 14/07. Portanto, amanhã quinta feira, todas as escolas do município voltarão as atividades normais de ensino.

Agradece
Direção do SINDISERPRAN

Dilma: 52% dos municípios terão escola técnica


A expansão da rede federal de educação profissional vai assegurar que 52% da população brasileira tenham uma escola técnica em seu município até 2014, disse a presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia para comemorar os 60 anos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), lançado no fim de abril pela presidenta, prevê a construção de 120 novas unidades da rede federal até 2014. Somadas às 140 que já existiam, com as 214 criadas pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mais as 80 que estão em andamento, será formada uma rede de 555 escolas técnicas profissionalizantes.

O Ministério da Educação (MEC) aguarda a aprovação pelo Congresso Nacional do projeto de lei que cria o Pronatec para dar início às ações do programa. A meta é oferecer oportunidades de formação profissional para 8 milhões de pessoas até 2014, incluindo estudantes do ensino médio e trabalhadores sem qualificação. Além das vagas na rede federal, serão oferecidas bolsas de estudo em cursos técnicos de instituições de ensino.

Fonte: Agência Brasil

Deu no Blog Rafael Fernandes, Nossa vida, Nossa História

Aos mestres com carinho ....

Como forma de homenagear os professores e professoras da rede municipal de Educação de Rafael Fernandes/RN, que estão de greve há dias, escrevo, abaixo, a letra da música Trabalhador do Pe. Zezinho. Caso queiram ouvir favor acessarem o link http://www.kboing.com.br/padre-zezinho/. E a greve continua...





TRABALHADORES
Pe. Zezinho, scj


Deus abençoe os lixeiros e as varredeiras
e os operários que sujam as mãos
e o limpador de bueiros e as lavadeiras
e quem se suja de graxa e sabão!

Trabalhadores, trabalhadoras,
Deus também é trabalhador!

Deus abençoe os banqueiros, e os fazendeiros
e os comerciantes e os industriais
e os ilumine também, pra que não explorem
nem especulem, nem ganhem demais!

Deus abençoe os artistas e educadores
e os sonhadores do lado de lá
e os ilumine também, pra que não se esqueçam
que tem criança do lado de cá!

Deus abençoe os profetas e os religiosos
que gostam muito de profetizar
e os ilumine também, pra que não imaginem
que só seu grupinho é que vai se salvar!

Deus abençoe as mulheres trabalhadoras
porque trabalham duas vezes mais
e as abençoe também, pra que não se cansem
porque sem elas não vai haver paz!

Deus abençoe os eleitos e os eleitores
e quem governa este nosso país
e os ilumine também, pra que não se esqueçam
do excluído e do mais infeliz!

DO BLOG: Informo aos professores municipais que a sede da Promotoria de Justiça é situada a Av. Senador Dinarte Mariz, s/n, São Benedito, Pau dos Ferros. O telefone de contato é o (84) 3351-9872 lá vocês poderão falar com Erinalda, Uigna, Sandra, Rosinha, Patrícia ou Hugo e agendar, nas quintas feiras, uma reunião com o Promotor de Justiça Dr. Andre Nilton Gonçalves de Oliveira ou ainda com o Dr. Frederico Augusto Zelaya; outra questão interessante é que a nossa Constituição garante no inciso LXIX - o mandado de segurança para proteger direito líquido e certo, mas, por favor, não se esqueçam de pedir combinado com pedido de liminar pois sai bem rapidinho e quem apreciará o pedido será a Juíza de Direito Dra. Ana Orgette Fernandes Vieira, na 1ª Vara Cível, que tem fama de ser muito trabalhadora e agil. Sim...vocês, ainda, podem enviar mensagens para os Blogs de Taisa Galvão, Gean Carlos, Portal Rafael Fernandes; Nossa Rafael Fernandes; Rafael Fernandes RN além das rádios da região...boa sorte a todos. E lembrem-se Deus também é trabalhador!

Matéria postada por Alex Maia.
Fonte: Rafael Fernandes, Nossa Vida, Nossa História!

segunda-feira, 11 de julho de 2011

SINDICATO REALIZARÁ MOBILIZAÇÃO EM DEFESA DA UERN

A Associação dos Docentes da UERN – ADUERN e o Sindicato dos Técnicos Administrativos da UERN – SINTAUERN convidam todos os professores, técnicos administrativos e alunos, a participarem na próxima terça-feira 12.07.2011 do dia de mobilização em defesa da UERN, cuja programação consta de:
 
8h30min. >> Reunião no auditório do Campus de Pau dos Ferros - RN com professores, técnicos, alunos e o Comando Geral de Greve;
 
9h30min. >> Caminhada/panfletagem com saída do Campus até o centro de Pau dos Ferros – RN.
 
11h45min. >> Entrevista na Rádio Obelisco.  
Ciente da participação de todos e do fortalecimento do movimento grevista, agradecemos desde já.
 
 
Prof. Eneas Neto
Representante da ADUERN no CAMEAM

domingo, 10 de julho de 2011

Fátima prestigia o lançamento da Jornada Nacional pela Implementação do Piso


Assessoria do Mandato Deputada adiantou que luta em relação ao PNE será dura
Deputada adiantou que luta em relação ao PNE será dura

A deputada federal Fátima Bezerra participou na tarde do último dia (6/7) do lançamento da Jornada Nacional pela Implementação do Piso Salarial e pela aprovação do Plano Nacional de Educação, feito pela CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação), plenário 2 da Câmara dos Deputados. A jornada fez faz parte das atividades do Dia Nacional de Luta da CUT (Central Única dos Trabalhadores), promovido ontem em todo o país.


Na sua fala, a deputada Fátima Bezerra adiantou aos presentes que será árdua a luta por um PNE (Plano Nacional de Educação) que traga avanços na valorização dos profissionais da educação e na gestão democráticas das escolas. “Quando relatei a lei do Fundeb, tive de refazer meu relatório sete vezes até que conseguíssemos chegar a um consenso. Com o PNE não será diferente” previu.