sexta-feira, 20 de maio de 2011

GREVE NA UERN?? Categoria docente aguardará negociações até o dia 31 de maio

*Assessoria de Comunicação da ADUERN
Tatiane Lucena (DRT 1551 - RN)

Em assembleia realizada nesta sexta-feira (20), os professores reunidos na Associação dos Docentes da UERN (ADUERN) deliberaram iniciar greve a partir do dia 31 de maio caso o Governo do Estado não apresente proposta às reivindicações da categoria até esta data.

O professor Flaubert Torquato, presidente da ADUERN, informou aos professores sobre a audiência realizada entre os segmentos da universidade e a Secretaria de Planejamento do Estado. O secretário Obery Rodrigues não sinalizou um acordo imediato e disse que não haveria condições de atender à reivindicação salarial ainda este ano. No que diz respeito à autonomia financeira e o descontigenciamento dos recursos destinados à UERN, o secretário disse que o Governo está aberto às discussões.


Entretanto, após a audiência, o reitor Milton Marques se reuniu com a governadora Rosalba Ciarlini, que pediu até o dia 30 de maio para apresentar proposta à categoria. Na assembleia, os professores deliberaram que caso essa proposta não seja apresentada, a greve será iniciada a partir do dia 31.

Na reunião da categoria, ainda foi deliberado que os professores farão manifestação hoje, às 17h, em frente ao Hospital Tarcísio Maia, aproveitando a presença da governadora. A comissão de mobilização se reunirá na segunda-feira (23), às 10h, na sede da ADUERN em Mossoró, para encaminhar as proposições de ações definidas na assembleia.

Globo News entrevistou ontem Amanda Gurgel e domingo estará no Faustão



A Globonews veiculou na noite de ontem entrevista com a professora Amanda Gurgel. Na verdade, tudo que Amanda disse na Assembléia Legislativa não é nenhuma novidade. Apenas ela teve um jeito próprio, sereno e ao mesmo tempo contundente de fazer suas colocações. Amanda deixou de lado o velho discurso das lideranças sindicais e fez um pronunciamento que chamou a atenção pela eficácia e a veracidade de suas palavras. As palavras de Amanda também tiveram força por terem sido ditas na Assembléia, diante de alguns deputados. Se fossem proferidas em outro ambiente ou numa manifestação dos professores, tinham passado despercebidas. Amanda Gurgel, que virou assunto nacional depois que seu vídeo protestando contra o ensino público foi parar no youtube, virou uma celebridade nacional. Ela confirmou que estará participando no próximo domingo, 22, do Programa Domingão do Faustão da Rede Globo.
Fonte: Jornal a tromba

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Professores do município de Rafael Fernandes paralizam atividades e realizam Assembleia




Aconteceu na manhã de ontem na Câmara de Vereadores de Rafael Fernandes uma Assembleia com os professores realizada pelo SINDISERPRAN - Sindicato dos Servidores Públicos de Rafael Fernandes e Água Nova. O objetivo da categoria foi discutir a efetivação do Plano de Cargos, Carreira e Salários e pagamento do Piso Salarial, que já era pra está sendo pago pelo município desde janeiro . Segundo a presidente do sindicato, Rosineide do Nascimento, o não comparecimento do prefeito, Nicodemo Júnior, dificultou o debate em torno da pauta, mesmo com a presença da secretária de educação e o secretário administrativo Francisco Clodoaldo, as discussões não avançaram, completou a presidente. Foi marcada uma nova assembléia para o dia 23 de maio, segunda-feira, ás 15 h na Câmara de Vereadores.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Governo é condenado a fornecer medicamento para paciente potiguar

O Estado do Rio Grande do Norte foi obrigado a fornecer seis caixas ou 12 seringas do medicamento Humira 40 mg, para uma mulher portadora de uma doença denominada Síndrome de Crohn.
Não há cura para a enfermidade, que provoca uma inflamação crônica no intestino. A medicação, porém, permite o alívio dos sintomas e melhoria de qualidade de vida.

O remédio tem preço de mercado bastante elevado e segundo os autos, a paciente não teria condições de adquiri-lo e custear o tratamento.
A decisão do juiz Rivaldo Pereira Neto, da comarca de Parelhas, levou em consideração que “o direito à saúde nada mais é do que uma decorrência do próprio direito à vida e encontra-se incluído nos Direitos Sociais, conforme se depreende da leitura do art. 6º da Constituição Federal”.

Em caso de descumprimento da sentença, o Estado do Rio Grande do Norte poderá pagar multa diária fixada no valor de R$ 500 - com fulcro no art. 461, do Código de Processo Civil, em seu §5º.
Segundo trechos do processo, “o demandado (Executivo) deverá pagar os honorários advocatícios, arbitrados em 5% sobre o valor da causa, nos termos do art. 20,§ 4º do Código de Processo Civil.
Nos termos do art. 475, inciso I, do CPC, remeta-se ao Tribunal de Justiça, em razão da sujeição obrigatória ao segundo grau de jurisdição”.

Discussão entre policiais resulta em morte

Uma discussão entre policiais no início da noite de ontem, por volta das 19h, resultou em morte de um pm em estabelecimento comercial no município de Baraúna, situado a 317 km de Natal.
De acordo com o blog O Câmera, site que cobre o noticiário policial da região, um policial militar identificado como José de Abreu Neto, 48 anos, encontrou um PM conhecido como “Saldanha” em um local conhecido como “Badalada Show”, local onde foi iniciado um intenso tiroteio.
Durante a ação, testemunhas ouviram o “bate boca” motivado por uma apreensão de veículo pertencente ao filho de José de Abreu, que trafegava irregularmente na cidade.

Segundo o blog, José de Abreu teria ido ao local tomar satisfação com "Saldanha", onde eles se desentenderam e houve o confronto.
Ainda segundo o blog, “Abreu” foi baleado e encaminhado para o hospital de Baraúna, mas não resistiu aos ferimentos durante o caminho. Já o policial identificado como “Saldanha”, não foi baleado e fugiu do local com destino ignorado.

A vítima era policial há 28 anos, morava na cidade Baraúna e era lotado no destacamento da Maísa. O responsável pelo homicídio pertence ao policiamento de Baraúna e estava de folga no dia do crime.
O corpo do policial foi encaminhado para o Instituto Técnico Científico de Polícia (Itep) de Mossoró para a realização de perícia.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Marcha dos trabalhadores rurais do RN pretende reunir 2 mil pessoas

Nesta quinta-feira (19), a partir das 9h, está confirmada a presença de 40 ônibus, que transportarão em torno de dois mil trabalhadores do interior do estado até da sede da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar do RN (FETRAF-RN), na Cidade da Esperança. Eles se reunirão no local e caminharão até o Gabinete Civil para ter uma audiência com a governadora Rosalba Ciarlini. Na ocasião, os agricultores pretendem reivindicar o término da construção de 200 casas, além do cumprimento da Lei Federal Nº 11.947, que prevê a compra de produtos dos agricultores pelo Estado e municípios para 30% da merenda escolar. Outro ponto da pauta é sobre a saúde da água: a FETRAF contesta a orientação do Governo de criar piabas nas caixas d’água de consumo doméstico para combater o mosquito da dengue.
De acordo com a Federação, não há necessidade, pois as caixas são fechadas. Além disso, os peixes poluem a água, segundo argumenta a FETRAF. O presidente da FETRAF, João Cabral, afirma que até agora não recebeu resposta do Gabinete Civil em relação à audiência, mas que eles insistirão em ser recebidos. “Precisamos manter o diálogo com o governo para dar andamento aos projetos que estão parados, como é o caso das 200 casas que não foram concluídas. Falta apenas a CEHAB liberar os recursos. Por isso marcharemos até a Casa Civil”.

Fonte: Diário de Natal

domingo, 15 de maio de 2011

Professores realizam Ato Público em Pau dos Ferros




Na amanhã da última sexta-feira(13), professores das redes Estadual e Municipal juntaram-se numa grande mobilização em defesa de uma educação de qualidade. A reinvidicação é pelo cumprimento dos Planos de Cargos , Carreira e Salários e pagamento do Piso Salarial. A Assembleia geral aconteceu na Escola estadual " 4 de Setembro" e logo em seguida tomou as principais ruas da cidade de Pau dos Ferros, com parada final em frente a prefeitura, onde educadores falaram à população sobre suas principais reivindicações. Segundo a professora Maria das Dores, próxima semana haverá uma reunião entre sindicato e representantes da gestão municipal a fim de chegar a um acordo a respeito dos pontos de pauta.
Fonte: jornal a tromba