domingo, 30 de outubro de 2011

Comissão de Educação recebe marcha em defesa dos 10% do PIB para Educação

Manifestantes ocuparam a Comissão de Educação na quarta-feira
Manifestantes ocuparam a Comissão de Educação na quarta-feira

Integrantes da 5ª Marcha Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública lotaram o plenário da Comissão de Educação e Cultura (CEC) nesta quinta-feira (26).

Eles entregaram à presidenta da CEC, Fátima Bezerra (PT), ao relator do Plano Nacional de Educação (PNE), deputado federal Ângelo Vanhoni (PT) e ao presidente do Conselho Nacional de Educação, Antônio Ronca, 140 mil cartões com assinaturas em defesa da aplicação de 10% do PIB em Educação nos próximos dez anos.





A proposta inicial do Governo Federal é aumentar de 5,6% do PIB hoje praticados para 7%, mas movimentos ligadas à Educação e os próprios integrantes da CEC acham o percentual insuficiente frente aos desafios que a pasta impõe.

A marcha também defende a aprovação do Plano Nacional de Educação (PNE) pelo Congresso Nacional e o cumprimento integral, em todo o Brasil, da lei do piso salarial do magistério.

É um movimento organizado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), que reúne 41 entidades em todo o país.

“Quero dizer, em nome de todos os meus colegas da Comissão de Educação da expectativa que a gente tem do relatório acatar as nossas emendas para que no Plano Nacional de Educação estejam contidas políticas públicas que tragam bons salários, carreira atrativa e formação dos professores”, se somou ao movimento Fátima Bezerra. "Esse movimento representa a esperança, resistência, capacidade de sonhar e de lutar dos professores brasileiros, na perspectiva de termos um Plano Nacional de Educação à altura dos desafios para a educação do nosso tempo".

Ângelo Vanhoni afirmou que apresentará o relatório na CEC próxima terça-feira (1o), e a ideia é que seja aprovado na comissão especial até final de novembro.

Marcha


Ainda pela manhã, durante a cerimônia de sanção do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego (Pronatec) no Palácio do Planalto, Fátima Bezerra entregou um dos cartões ao ministro da Educação, Fernando Haddad.

A presidenta da CEC também discursou para os manifestantes em frente ao Congresso Nacional.


“Estamos lutando para realizar o sonho de ver cada professor do nosso país sendo valorizado, e isso passa pelos10% do PIB e pela aprovação de um PNE mais ousado”, disse aos centenas de manifestantes no gramado em frente ao congresso.

fonte: blog da deputada Fátima


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.