sábado, 3 de setembro de 2011

Campanha pelo desarmamento é lançada no Rio Grande do Norte

Com o tema "Devolva, Não use. Não tenha", Rosalba Ciarlini fez o lançamento da Campanha Nacional do Desarmamento no Rio Grande do Norte. Além da governadora, participaram da solenidade o coordenador nacional da campanha Desarme Brasil, Antônio Rangel, e o secretário executivo do Ministério da Justiça, Luiz Paulo Teles Barreto. Esta é a terceira campanha lançada nacionalmente a favor do desarmamento.


Rosalba Ciarlini fez o lançamento ao lado de autoridades locais e nacionais Foto:Ana Amaral/DN/D.A Press
A ideia não é somente a entrega de armas de fogo, mas a redução no número de homicídios, especialmente nos 19 estados que já aderiram à campanha. Em anos anteriores (2005 e 2008) foram arrecadadas 500 mil armas em cada ano. De acordo com o secretário executivo do Ministério da Justiça, Luiz Paulo Teles Barreto, não existe a meta por parte da organização da campanha de superar a quantidade de armas doadas nas outras campanhas. "O que queremos realmente é reduzir o número de homicídios porque arma não é instrumento de defesa, mas de ataque", destaca.

Desde o dia 22 de julho desteano quando o RN aderiu à campanha, foram devolvidas 176 armas nos 29 pontos de coleta distribuídos pelo estado como delegacias e centrais do cidadão. Em todo o país já foram entregues mais de 20 mil armas até agora. "Com a campanha de 2005 tivemos uma redução média no país de 11% no número de homicídios por arma de fogo", afirmou Luiz Paulo Teles.

Sobre a participação efetiva do RN na Campanha Nacional do Desarmamento, a governadora Rosalba Ciarlini comentou que o objetivo principal é a redução da violência. "É importante que toda a sociedade potiguar participe dessa campanha que vai ajudar a reduzir o índice de criminalidade e, consequentemente, o número de homicídios", afirmou a governadora.

O secretário de estado da segurança pública do RN, Aldair da Rocha, enfatizou que diferente de outras, essa é uma campanha preventiva. "A segurança pública é dever do estado e um direito de todos, por isso é importante que a população se engaje e ajude a conscientizar colegas e amigos que ainda tenham armas de fogo em casa", comentou o secretário.

A campanha foi lançada no RN em Mossoró, Região Oeste, na última quinta-feira, onde foi criado o Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), órgão de segurança deliberativo e do qual participará autoridades quie trabalham a segurança pública no município. O GGIM vai reunir entidades municipais, estaduais e federais para que tomem decisões relativas aos problemas que envolvem o setor na segunda maior cidade do estado. A campanha ainda será lançada este mês nos municípios de Caicó, Região Seridó, e Pau dos Ferros, no Alto Oeste.

Fonte: Diário de Natal


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.