sábado, 3 de setembro de 2011

Audiência discute retirada de PMs do interior

Para discutir melhor a retirada dos cerca de 80 policiais militares que estavam atuando em desvio de função em delegacias do interior do Rio Grande do Norte, o Ministério Público vai promover uma audiência pública na próxima segunda-feira. A reunião foi convocada pelo promotor de Justiça Wendell Beetoven Ribeiro Agra, do Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial. A audiência acontece às 9h, na sede da Procuradoria Geral de Justiça do Rio Grande do Norte, no bairro de Candelária, zona Sul de Natal, e é aberta a toda a população interessada.

Segundo a assessoria de comunicação do MP, o objetivo da audiência é achar uma alternativa para retirada dos PMs das várias unidades de Polícia Civil no estado, determinada desde o dia 15 do mês passado. A medida foi tomada pela Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), como cumprimento de um acordo feito com o Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol) para o fim da greve. O argumento da categoria foi o de que tais policiais estavam atuando em desvio de função, pois executavam atividades que cabiam à Polícia Civil, como o de investigação de crimes.

Tal medida foi questionada pela Associação dos Delegados de Polícia Civil do RN (Adepol/RN), pois atrapalharia o andamento de investigações. Segundo a presidente da Adepol, a delegada Ana Claudia Saraiva Gomes, esses PMs realizavam a guarda dos prédios das delegacias e auxiliavam no serviço de rua, dirigindo viaturas ou entregando intimações, por exemplo. A saída desses policiais também acarretou na suspensão de atendimento à população em algumas delegacias do interior por falta de efetivo. (Paulo de Sousa)
 
Fonte: Diário de Natal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.