terça-feira, 16 de agosto de 2011

Adequação - Agentes da capital vão ocupar vagas de PMs em DPs no interior


Agentes de Polícia Civil lotados em Natal serão remanejados para cidades da região Oeste do Estado para ocupar as funções que estavam sendo exercidas indevidamente por policiais militares. Uma determinação da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) ordenou a saída ontem de 20 PMs que exerciam função de investigadores em delegacias do interior. Por causa disso, em Apodi, a 337 quilômetros de Natal, a unidade policial amanheceu fechada, sem atendimento à população. Ao todo, 78 militares deixarão as DPs em todo o Rio Grande do Norte, em cumprimento de um acordo feito com o Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol/RN) para o fim da greve da categoria, ocorrida no último 14 de julho.


Medida atende exigência feita pelo Sinpol para o fim da greve na Civil, diz Rocha Foto: Ana Amaral/DN/D.A Press
A equipe do Diário de Natal ligou para a Delegacia Regional de Apodi na manhã de ontem. Ao invés de um policial atender a chamada, foi o agente penitenciário Carlos Alberto, que trabalha no Centro de Detenção Provisória local, que recebeu a ligação. Segundo ele, a unidade não estava realizando atendimento ao público, pois nem mesmo o delegado responsável, Clayton Pinho, compareceu ao prédio ontem. A equipe ainda procurou falar com o delegado, mas ele não foi encontrado. A DP contava com cinco policiais militares exercendo função de investigador.

Já em Caraúbas, a 296 quilômetros de Natal, um PM trabalhava na delegacia. Porém, para o agente Civil José Lopes, que trabalha na unidade, mesmo a retirada de um só policial vai fazer falta. "Porque aqui temos apenas quatro agentes e um deles vai retirar licença prêmio. Já não temos delegado ou escrivão e ficamos nós somente para fazer o revezamento do serviço". A cidade em que haverá maior quantidade de remanejamento será Mossoró. No entanto, essa ainda não sofreu alteração no seu quadro de PMs nas delegacias.

O titular da Sesed, Aldair da Rocha, explica que a saída dos militares das delegacias foi uma das exigências do Sinpol para que acabasse com a greve. A princípio, apenas 20 deles serão retirados. "Priorizamos a região Oeste para fazer essa remoção, mas atingirá todo oestado". Um levantamento está sendo feito para saber quais as delegacias irão necessitar do envio de agentes de Natal. (PS)

Fonte: Diário de Natal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.