quinta-feira, 21 de julho de 2011

Sem resposta do Governo, professores da UERN decidem continuar greve

Os professores da UERN se reuniram hoje (21) em assembleia na sede da ADUERN Mossoró. Na ocasião, a categoria expressou insatisfação com o Governo do Estado já que desde o dia 29 de junho foi elaborada uma proposta e a administração estadual não sinalizou uma resposta oficial. Como consequência, os docentes votaram pela continuidade da greve.

“É inadmissível que o governo silencie perante a categoria, isso demonstra o descaso do Governo com a única universidade estadual do RN. Todas as categorias tiveram negociações com a administração, com exceção da UERN”, foi a fala que fez parte de todos os discursos de avaliação dos professores.

Com relação a futuras negociações o Governo está sinalizando que nesta sexta-feira (22) poderá receber a ADUERN para oficializar uma resposta às reivindicações dos professores. O encontro que antes estava marcado para Mossoró, agora deverá acontecer em Natal, em horário ainda não definido.

Consequentemente com a continuidade da greve também prosseguem as mobilizações. Amanhã (22), será realizada a “1ª Marcha em Defesa da Educação” com uma caminhada com saída da sede da 12ª Dired em Mossoró e chegada na Reitoria da UERN. A atividade, organizada pelo COMEM e Grito dos Excluídos, terá início às 15h. A ADUERN convida toda a categoria docente para participar da mobilização.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.