sexta-feira, 28 de maio de 2010

FOTOS DO EVENTO COM DR. ZÉ JÚLIO







EVENTO COM DR. ZÉ JÚLIO SUPERA EXPECTATIVAS!!!


O evento realizado no dia de hoje pelo médico Dr. Zé Julio em parceria com a secretaria municipal de saúde, superou as expectativas, pois o salão de eventos da Câmara Municipal da nossa cidade ficou lotado, todos queriam escutar a palestra sobre Hipertensão arterial, Diabetes e obesidade. Após a palestra foi realizado testes de glicemia, verificação da pressão arterial e consultas. Estima-se que foram atentidas mais de duzentas pessoas.

ATENÇÃO!!!! É HOJE!!!!


Que o médico Dr. Zé Julio, estará em nossa cidade , a partir das 9 hs da manhã no salão de eventos da Câmara Municipal, proferindo uma palestra sobre Hipertensão arterial, Diabetes e obesidade. E na ocasião, os participantes farão teste de glicemia, verificação da pressão arterial e Consulta individual. Participe você também!!

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Lula manda refazer as contas para manter os 7,7%


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu à equipe econômica para refazer as contas sobre a arrecadação porque não está disposto a vetar o reajuste de 7,72% para os 8,3 milhões de aposentados que ganham acima de um salário mínimo. Lula já decidiu barrar a emenda que extingue o fator previdenciário, mas não quer arcar com o ônus político de um veto duplo no fim de seu mandato e num ano eleitoral. A equipe econômica, porém, continua pressionando o presidente, sob o argumento de que não há recursos. A alternativa oferecida para resolver o problema é um abono de 6,14% sobre as aposentadorias e pensões acima de um mínimo. Na prática, esse grupo já recebe o valor corrigido desde janeiro.

Até ontem, Lula resistia a optar pelo abono - que não é incorporado ao benefício - e mandou os técnicos fazerem novos cálculos. "A pressão está grande, mas ele ainda não bateu o martelo. Não quer vetar o reajuste e acha que ainda pode encontrar uma solução", disse ao Estado um auxiliar do presidente.

Pelos cálculos apresentados a Lula, a diferença entre o reajuste de 6,14% e os 7,72% aprovados pelo Congresso provocaria um impacto anual no Orçamento de R$ 1,5 bilhão. "Nós até aceitamos o veto sobre o fim do fator previdenciário, criado para desestimular as aposentadorias precoces, mas vamos pedir ao presidente que conceda o reajuste", afirmou o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), que comanda a Força Sindical. "Um abono é muito pouco, tão pequeno que parece até uma esmola para os aposentados."

Em conversas reservadas, Lula não escondeu a contrariedade com o Congresso. Disse a ministros que o Legislativo deixou um "abacaxi" para ele descascar. Apesar do discurso para consumo externo de que o prejuízo eleitoral de um veto não é tão grande, ele está preocupado. Sabe que o corte do reajuste será explorado pelo pré-candidato do PSDB, José Serra, e pode respingar na campanha da pré-candidata do PT, Dilma Rousseff. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.







quarta-feira, 26 de maio de 2010

Fátima Bezerra consegue liberação de R$ 15 milhões no FNDE para transporte escolar do RN


A deputada federal Fátima Bezerra (PT-RN) recebeu uma boa notícia do presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Daniel Balaban. Ele garantiu, em audiência realizada nesta quarta-feira em Brasília, a liberação de R$ 15 milhões para assegurar o transporte escolar de 64 mil estudantes do Rio Grande do Norte.
Os recursos foram liberados com a prorrogação por mais 90 dias dos convênios do Estado com o governo federal.
Balaban também garantiu a liberação de mais R$ 13 milhões para a construção de dez Centros de Educação Profissional e Tecnológica no Rio Grande do Norte.
Com informações e foto da Assessoria de Imprensa da deputada Fátima Bezerra.

Delegado é assassinado durante entrevista a rádio na BA .

A população do município de Camaçari, na região metropolitana de Salvador, ouviu pelo rádio a execução do delegado titular da 18ª Circunscrição Policial da cidade, Clayton Leão, de 33 anos. O crime aconteceu nesta manhã, quando ele cruzava a estrada da Cascalheira, entre Salvador e Camaçari, uma via alternativa para os motoristas que não querem usar a Linha Verde. Na ocasião, ele concedia uma entrevista ao vivo, pelo telefone, ao programa "De olho na cidade", da Rádio Líder.

Clayton estava no carro acompanhado da esposa, cujo nome vem sendo preservado pela polícia. Ela saiu ilesa da emboscada. De acordo com agentes policiais, três homens, que estavam num veículo branco, interceptaram o carro do delegado e atiraram contra ele. Não houve tempo para ser socorrido. Clayton Leão teve morte instantânea.

Policiais do Comando de Operações Especiais (COE), Caatinga e Rondas Especiais (Rondesp) chegaram logo depois ao local, alertados pelo locutor da emissora, que ao perceber o que acabara de acontecer passou a chamar a polícia. Na entrevista, o delegado discorria justamente sobre a segurança em Camaçari, realizando uma espécie de prestação de contas da sua gestão. Dizia que a segurança estava melhorando e, por esta razão, decidira morar na cidade com a família.

"Já tinha mais de dez minutos de entrevista, quando ouvimos um estampido e ele (o delegado) começou a gritar 'peraí, peraí'. Em seguida passamos a ouvir os gritos da mulher dele, desesperada, pedindo socorro. Inicialmente, achamos que tinha ocorrido um acidente, depois, ouvimos a esposa dizer que ele fora atingido", contou o radialista Raimundo Rui. O locutor explicou que a entrevista seria presencial, mas, como o delegado não chegara à tempo, optou por ligar e falar por telefone. "Ele parou o carro na estrada e começou a falar", completou o radialista.

Clayton Leão foi coordenador do Grupo de Repressão a Roubo a Estabelecimento Financeiro (GRREF), do COE (Centro de Operações Especiais), onde atuou durante quatro anos. No momento, realizava um trabalho de enfrentamento ao tráfico de drogas na cidade. Em dezembro do ano passado, ele tinha participado da Operação Pégasus, que visava desarticular uma quadrilha de roubo de cargas e veículos que atua nas estradas baianas, culminando na prisão de dez pessoas, em Camaçari.











MAIS UMA VEZ À PEC 300 NÃO TEM DATA DEFINIDA PARA VOTAÇÃO

Após muita confusão entre deputados na Câmara, na noite de terça-feira (25), votação das PECs sobre piso salarial de policiais e bombeiros (300/08 e 446/09), ainda não tem data definida, conforme anuncia a Agência Câmara.

Em pauta

De acordo com a agenda de votação, o Plenário tem a pauta trancada por oito medidas provisórias, nesta tarde que irá a votação em sessão ordinária. A primeira MP da lista é a 476/09, que estimula a reciclagem de resíduos sólidos (lixo urbano). Essa MP concede crédito presumido do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) à empresa industrial que usa como matéria-prima produtos recicláveis adquiridos diretamente de cooperativa de catadores.

Além das MPs, o Plenário poderá votar outras propostas em sessões extraordinárias, como o Projeto de Lei 1481/07, que permite o uso de recursos do Fust no financiamento de serviços como a internet de banda larga. O objetivo principal da proposta, de autoria do Senado, é ampliar o acesso dos alunos das escolas públicas à internet de banda larga. Tem preferência de votação o substitutivo da comissão especial que analisou o projeto.

Demais MPs

As demais MPs que trancam a pauta são:

- MP 478/09, que extingue o seguro habitacional do Sistema Financeiro da Habitação (SFH);

- MP 481/10, que autoriza o Executivo a doar até 260 mil toneladas de alimentos a 12 países pobres;

- MP 482/10, que viabiliza a aplicação, pelo Brasil, de sanções autorizadas pela Organização Mundial do Comércio (OMC) sobre os direitos de propriedade intelectual de outros países quando eles descumprirem normas da OMC;

- MP 483/10, que dá status de ministério a quatro secretarias especiais vinculadas à Presidência da República;

- MP 484/10, que prevê apoio financeiro da União às regiões Norte e Nordeste para o fortalecimento do ensino médio;

- MP 485/10, que abre crédito extraordinário para o Ministério da Educação, os estados, o Distrito Federal e os municípios, no valor global de R$ 1,6 bilhão;

- MP 486/10, que abre crédito extraordinário para órgãos do Poder Executivo, no valor total de R$ 1,4 bilhão.

Temer encerra reunião sobre piso de policiais após deputado usar o Twitter para comentar o andamento da negociação.



O presidente da Câmara, Michel Temer, anunciou nesta terça-feira, após a reunião de líderes, a criação de comissão especial formada por seis integrantes – três indicados pela liderança do governo e três pela liderança da Minoria - com o objetivo de encontrar um texto consensual para colocar em votação a PEC 300/08, que trata da remuneração dos policiais militares. A proposta já foi aprovada em primeiro turno.

A comissão, apesar de ter esse objetivo, poderá analisar outras PECs como a 308/04, que cria a Polícia Penal, e a 549/06, das carreiras policiais. A intenção é resolver as pendências relativas à área de segurança. Ainda que a composição da comissão tenha sido estabelecida em seis parlamentares, Temer informou que todas as lideranças partidárias interessadas no assunto poderão participar.

Irritação

O presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), bastante irritado, encerrou a reunião de líderes que tentava encontrar uma solução de votação da emenda constitucional que fixa do piso salarial dos policiais militares (PEC 300). O motivo: o deputado Capitão Assumção (PSB-ES), que participava da reunião, estava usando o Twitter. Ao receber uma cópia dos posts, Temer viu que um deles dizia textualmente: "temer, sepultando a PEC, quer criar 1 comissão.", numa referência à proposta do presidente de criar uma comissão para tentar encontrar uma fórmula que permita finalizar a votação da PEC 300.

Irritado com o que leu, Temer pediu a palavra para criticar a atitude do deputado. Segundo líderes presentes à reunião, não eram apenas relatos da reunião, mas comentários que distorciam o que estava sendo discutido. Nos posts, Assumção faz comentários sobre o que estava defendendo cada um dos líderes que se pronunciavam sobre o tema.

- Foi um exercício da falta de educação. Ele usou o twitter para passar informações distorcidas aos policiais, usou termos inadequados. O problema não foi twittar, mas distorcer o que ocorria na reunião - comentou o líder do PSDB, João Almeida (BA).

Capitão Assumção disse que adotou como tática postar informações quando percebeu que " estavam procrastinando para finalizar " a votação. Assumção disse não temer que sua atitude resulte na cassação de seu mandato por quebra de decoro.

- Passei 25 anos de minha vida nas ruas, em rádio-patrulhas. Vou me preocupar com isso? É uma forma democrática de expressar meu pensamento e defender minha categoria. Eu disse na reunião: se eu não puder expressar meu pensamento, é melhor nem estar aqui (na Câmara, como deputado) - disse Assumção.

Ele nega ter distorcido as informações e comentou que twittou sobre todos:

- Eu ia colocando o que eles falaram. Esse é um hábito meu desde que percebi que estava procrastinando a votação da PEC 300. O Vaccarezza (Cândido Vaccarezza, líder do governo na Câmara) entregou o papel com a cópia do que eu escrevi. Os líderes combinaram, através do Vaccarezza, de abafar todas as PECs, de só votar depois das eleições.

Policiais pressionam para que PEC seja votada

Temer encerrou a reunião, condenando a atitude do deputado, chamando-o de "novato" e acrescentando que a atitude dele demonstrava que Assumção não tinha condições para participar da reunião de debates. No início da reunião, assessores avisaram a Temer que o deputado estaria gravando o encontro usando o celular. O presidente pediu que ele não fizesse isso.

- O Temer insinuou que eu estava gravando (com celular), no início da reunião, mas eu estava é twittando - disse o deputado.

Indagado se criaria uma regra para que os deputados não levassem celulares às reuniões, Temer afirmou:

- Pode até levar celular. É só ter a delicadeza de não gravar. Isso é coisa de araponga.

Assim que deixou a reunião, Assumção se reuniu com os representantes dos que pressionam para a votação da PEC 300, para relatar o que ocorreu.

Os policiais vêm pressionando a Câmara a finalizar a votação da PEC 300, iniciada em plenário em março, com manifestações nos corredores da Casa e pressão aos deputados. Na semana passada, eles ocuparam as galerias da Câmara e a situação ficou bastante tensa, com possibilidade inclusive de confronto físico, obrigando os líderes e o presidente em exercício, Marco Maia (PT-RS), a articular um acordo para votações.


Fonte: O Globo

terça-feira, 25 de maio de 2010

CONVITE DE DR. ZÉ JÚLIO


O médico Dr. Zé Julio, estará em nossa cidade nesta sexta feira, dia 28, a partir das 9 hs da manhã no salão de eventos da Câmara Municipal, proferindo uma palestra sobre Hipertensão arterial, Diabetes e obesidade. Na ocasião, os participantes farão teste de glicemia, verificação da pressão arterial e Consulta individual.
Participe!!



Médico Salismar Corrêia vai assumir mandato de deputado estadual


Com atuação política e como médico no Alto Oeste do Rio Grande do Norte, Salismar Correia (PHS) deverá assumir interinamente vaga na Assembleia Legislativa.

A informação é passada pelo blogueiro Marcos Dantas AQUI.

Ele adianta que o titular da vaga, deputado Arlindo Dantas (PHS), deverá pedir licença do mandato nas próximas semanas, para cuidar de campanha eleitoral do filho, Fábio Dantas (PHS), visto que não pretende concorrer à reeleição.

Arlindo é ex-prefeito de São José do Mipibu e foi eleito com apenas 20.074 votos pela coligação PT/PCdoB/PHS em 2006.

Salismar ficou na suplência, com 16.997.

FONTE: FOLHA REGIONAL

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Mais de 13 mil pessoas comemoram a recuperação da saúde de Iberê


Cerca de 13 mil pessoas, entre amigos, familiares, prefeitos, ex-prefeitos e lideranças de todo o Rio Grande do Norte, comemoraram o restabelecimento da saúde do governador Iberê Ferreira de Souza, neste domingo, 23, na Vila Folia, em Parnamirim. Os amigos de Iberê organizaram uma feijoada, com muita música e animação dos grupos Pura Tentação, Forró da Pegação e Dorgival Dantas para os convidados. Ao todo, foram registradas as presenças de 100 prefeitos, 200 ex e vice-prefeitos e 500 vereadores de todas as regiões do Estado.

O deputado Fernando Mineiro participou do evento e se surpreendeu com a quantidade de pessoas. "Surpreendeu, a quantidade de pessoas que foram abraçar Iberê na Vila Folia. Gente de todo o Rio Grande do Norte, muita energia/animação". Segundo o deputado, Iberê fez um emocionado discurso. "Fiquei imaginando a emoção dele diante da multidão que foi ali para reencontrá-lo vencedor de um câncer", disse.

O evento começou com a bênção do padre Vicente, de Angicos, que agradeceu a Deus pela vida do governador. “Deus abençoe os primeiros passos de Iberê nesta caminhada, este Deus que tudo concede”, orou o religioso. Depois, alguns amigos discursaram. O primeiro, representando o movimento municipalista, como vice-presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), foi Jaime Calado. “Hoje é um dia de solidariedade, alegria, superação e vitória. Iberê é superação, porque enfrentou a doença de cabeça erguida e venceu. Iberê é vitória, porque em 40 anos de vida pública, não há uma mancha. Hoje é a nova posse de Iberê”, declarou.

Iberê encerrou o evento relatando seus passos até estar diante do câncer, agradeceu aos apoios e às orações de “anônimos e amigos próximos” e afirmou que tem o aval dos médicos e do povo para seguir em frente. “Todo homem público que começa tem o sonho de governar seu Estado. E eu tinha também, porque já fui duas vezes deputado federal, seis vezes federal e vice-governador. Eu tinha este sonho e fui surpreendido com a doença. Mas agora superei e continuo com a vontade de ousar e vencer obstáculos”, enfatizou.

Fonte: Informações do Diário de Natal


CONFIRMADAS AS ATRAÇÕES DO 2º ARRAIÁ DE RAFAEL FERNANDES

DIAS 4, 5 E 6 DE JUNHO DE 2010 EM RAFAEL FERNANDES - RN

Dia 04 > Apresentações de quadrilhas juninas, e Forró Prata Nordestina.

Dia 05 > Desejo de Menina e Nilson Viana e Menina Dengosa.

Dia 06 > Sirano & Sirino e Anízio Jr.

domingo, 23 de maio de 2010

Jornal De Fato traz matéria interessante sobre o desenvolvimento de Pau dos Ferros e as consequências deste desenvolvimento.


Oficialmente, o município de Pau dos Ferros tem pouco mais de 27 mil habitantes, porém o quadro real do número de pessoas circulando na cidade diariamente passa de 50 mil, que vêm à procura de serviços públicos, privados, comércio e bancos. Se considerar as cidades da Paraíba e Ceará, convergem para Pau dos Ferros 1,2 milhão de habitantes.

Em se tratando de serviços públicos, Pau dos Ferros é ponto de partida para segurança, educação, saúde, água e energia. Em segurança pública, o 7° Batalhão de Policia Militar (BPM) dispõe de 420 homens para garantir o policiamento preventivo de 36 cidades. A Polícia Rodoviária Estadual tem apenas 22 policiais para se revezar e garantir a fiscalização do trânsito das 36 cidades.

Outro serviço que parte de Pau dos Ferros para o mesmo número de cidades é de polícia investigativa, que conta com poucos agentes/escrivãs e apenas um delegado: Inácio Rodrigues de Lima Neto. A Companhia Energética do Rio Grande do Norte (COSERN) e a Companhia de Águas do Rio Grande do Norte (CAERN) também têm escritório regional na cidade.

Se os serviços de segurança, energia, água e fiscalização do trânsito precisam sair para atender em outras cidades, os serviços oferecidos pelos bancos (Caixa, BB e BNB e Bradesco), comércio, educação e saúde obrigam o cidadão a se dirigir a Pau dos Ferros. Somente estudando nas redes pública, privada e filantrópica são 10.268 estudantes e esse número aumenta anualmente.

E nesse número não estão incluídos os alunos de cinco núcleos de universidades particulares que atendem a partir de Pau dos Ferros. A Central do Cidadão de Pau dos Ferros, segundo informa Eloíde Fernandes, atende de 900 a 1.600 pessoas por dia. "O principal atendimento oferecido aqui é com relação a emplacamento de veículos e emissão de documentos", explica.

Para se ter uma ideia do tamanho da movimentação nos bancos de Pau dos Ferros, a gerência geral da Caixa informou ao prefeito Leonardo Rego que a agência de Pau dos Ferros é a terceira que mais movimenta recursos no Estado. As demais agências também têm movimentação intensa, assim como é registrado o comércio e a industrial que atua no município.

Também é em Pau dos Ferros que são oferecidos, mesmo que de forma precária, serviços de saúde pública no Hospital Regional. A unidade não tem um número preciso de atendimento diário e, mesmo se tivesse, não correspondia ao quadro real, já que muitos dos pacientes, especialmente nas áreas de ortopedia e cardiologia da região se dirigem a Mossoró ou Natal em ambulâncias.

Não existe um número preciso de quantos veículos de transporte alternativo (irregular) chegam diariamente ao município de Pau dos Ferros das 36 cidades do RN e de outras 30 dos Estados da Paraíba e Ceará. O comandante da Polícia de Trânsito, Humberto Pimenta, acredita que sejam mais de 350 levando e trazendo pessoas procurando por serviços e comércio. As rodovias de acesso à cidade são relativamente boas, inclusive após a divisa entre o Ceará e a Paraíba.

Há feira livre na cidade e comércio informal e formal. O secretário de Tributação do Município de Pau dos Ferros, Francisco Correia, informa que atualmente existem cadastrados 1.250 prestadores de serviços e comerciantes em Pau dos Ferros. Interrompem e dificultam o tráfego nas ruas do Centro de Pau dos Ferros. "Das 22h às 5h, Pau dos Ferros fica deserta. Das 5h às 22h, circulam por semana algo torno de 250 mil pessoas de todas as cidades da região", explica.

Solução possível para o município crescer

Com tanta gente circulando nas ruas da cidade, é até natural que apareçam problemas. É o que o professor Gilton Sampaio observa principalmente em relação ao trânsito e ao meio ambiente. Na opinião dele, Pau dos Ferros está crescendo rápido e sem qualquer controle, observando construções praticamente dentro das áreas de rio e um trânsito caótico.

O prefeito Leonardo Rego reconhece o caos do trânsito, assim como várias construções que necessitam de melhor localização, como forma de facilitar o trânsito nas ruas e evitar possíveis prejuízos ao meio ambiente. Porém, ressalta que isso só é possível com um mecanismo legal (Plano Diretor), o que a Prefeitura ainda não dispõe, mas já está providenciando.

"Em 2006, fizemos a primeira tentativa através da Uern. Não foi possível. Em 2009, iniciamos um novo processo, desta vez contratando uma empresa especializada em estudos urbanos. A nossa meta é concluir o Plano Diretor até o final do ano, e nesse processo espero contar com o apoio dos nossos legisladores nos debates que vamos realizar", diz Leonardo Rego.

Sobre a questão do trânsito, o prefeito apontou duas soluções. A primeira, em caráter de emergência, contratar especialistas para sinalizar e fiscalizar o trânsito da cidade. A segunda, "conseguir com o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT) a construção do anel viário da cidade para desviar o tráfego pesado da Avenida da Independência", finaliza.

Trânsito e meio ambiente preocupam

Nem sempre Pau dos Ferros teve tanto vigor para crescer. Ganhou fôlego a partir de 2004, com o aquecimento da economia nacional. Junto, cresceu também o Campus Avançado Professora Maria Elisa de Albuquerque Maia, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, que em 2004 tinha 60 professores e hoje são mais de 160 educadores.

Em mesmo ritmo cresceu o número de atendimentos nas áreas de saúde e educação, segundo informa o prefeito Leonardo Rêgo, lembrando que foi necessário investir em calçamento de ruas, construção de praças, escolas e creches. "E como cresce muito rápido e o investimento mudou o quadro em Pau dos Ferros, mas é preciso muito mais", reconhece Leonardo Rego.

Neste intervalo, o número de PMs triplicou na cidade. O Estado havia iniciado investimentos em serviços de saúde, mas parou. O mesmo com relação ao saneamento básico, que atende apenas dois bairros. "Estamos com tudo pronto para recomeçar o projeto de saneamento para atender quase que 90% da área urbana", diz Anderson Araújo, do escritório da Caern.

O empresário "Ligeirinho", nos últimos seis anos, construiu quatro condomínios de apartamentos residenciais e está concluindo o quinto. "Estamos construindo uma grande creche no bairro Alto de São Geraldo, o mais populoso da cidade", diz o prefeito Leonardo Rego. "E é exatamente no setor de educação infantil que observamos uma carência maior na área de educação", explica o professor Gilton Sampaio, que analisa várias pesquisas nas áreas de educação e economia da região.
Fonte: Jornal de Fato e Pau dos Ferros.com