sexta-feira, 7 de maio de 2010

Maurílio Pinto diz que greve da Polícia Civil é uma "irresponsabilidade".

O delegado Maurílio Pinto de Medeiros disse achar uma "irresponsabilidade" do Sindicato dos POliciais Civis (Sinpol) iniciar uma greve na próxima segunda-feira (10). A categoria reivindica a retirada dos presos das delegacias do Rio Grande do Norte.

"A verdade é que muitos não querem trabalhar. A profissão de muitos deles, infelizmente, é de grevistas", falou Maurílio em entrevista a 96 FM na manhã desta sexta-feira (7).

O delegado ressaltou que as reivindicações são justas. "Mas isso está sendo feito gradativamente. Eles alegam que prejudicam muito as diligências. E prejudica. Mas se fosse assim, Recife, que não tem presos em delegacias, seria a capital mais tranquila do país, e é a mais violenta", comparou.

Maurílio ressaltou que Polícia Civil potiguar tem "uns verdadeiros herois". "Mas a grande parte só entra para a polícia para ser grevista. Eu digo sem pretensão nenhuma, pois estou me aposentado. Enquanto estiver na ativa eu me preocupo com a polícia, mas depois vou assistir de camarote".

Atualmente titular da Delegacia de Capturas (Decap), Maurílio Pinto tem 45 anos de profissão. Ele disse ainda conhecer policiais que entraram e saíram da polícia "sem fazer uma prisão, sem fazer uma diligência". "Eu considero isso uma imoralidade", concluiu Maurílio Pinto.


Fonte: tribuna do norte

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Deputados apostam na autonomia de Temer para votar PEC dos policiais

Com a demora do retorno à pauta de votações da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que estabelece um piso salarial nacional para policiais Civis e Militares e Bombeiros Militares, os parlamentares favoráveis à matéria estão pressionando o presidente da Casa, deputado federal Michel Temer (PMDB-SP), para que reconduza a proposta ao plenário.

De acordo com o deputado Capitão Assumção (PSB-ES), como não está havendo reunião no Colégio de Líderes, os parlamentares tentam pressionar o presidente da Casa, que é o único que pode reconduzir a matéria sem influências.

Ele conta ainda que o prazo é tão curto que as matérias estão sendo deliberadas no horário de almoço dos parlamentares. Assumção diz que o presidente já declarou a emissoras de TV que, se em duas semanas a matéria não for votada, ele a reconduz ao plenário, por isso os parlamentares se apressaram em fazer coro com Michel Temer.

Enquanto a matéria não é apreciada, os parlamentares favoráveis à PEC continuam a colher assinaturas para pedir a posição oficial do presidente da Câmara sobre a questão. Em caso de negativa, os parlamentares devem recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Além da PEC dos policiais, outros importantes projetos estão parados, segundo Capitão Assumção, por falta de interesse dos líderes. Ele cita como exemplos o projeto ficha-limpa, o voto secreto e o que estabelece a carga horária semanal de 30 horas para enfermeiros. “A questão de interromper as votações é suprapartidária, não passa pela vontade dos deputados”.

Ele aponta a incoerência de suspender a votação da proposta no meio do primeiro turno e afirma que deve haver interesse político para a não votação do benefício. “Esse fato é inédito, em primeiro turno não se para uma votação, parece até que há interesse em não votar, já que se sabe que a maioria dos parlamentares vota a favor da PEC”.

Piso

A PEC 446 estabelece piso salarial nacional de R$ 3,5 mil para soldados e R$ 7 mil para oficiais, extensivo a todos os policiais civis, policiais e bombeiros militares do País.

A aprovação da medida no primeiro turno depende da apreciação de quatro destaques, todos de autoria dos deputados governistas. Os parlamentares da Frente pró-PEC questionam esses pontos. Acreditam que eles descaracterizam a proposta inicial. O primeiro pretende excluir da emenda o valor nominal do piso salarial. A redação desse trecho no texto foi pensado como maneira de assegurar uma implementação imediata do piso a todos os militares do País. No entanto, a estratégia do governo é justamente no sentido contrário. Os governistas querem apagar esse trecho e definir a fixação do piso a partir da criação de uma lei específica.



Fonte: Século Diário

terça-feira, 4 de maio de 2010

Delegacia de Rafael Fernandes Cria um Disk Denuncia



Delegacia de Rafael Fernandes coloca a disposição da População um número de telefone onde qualquer pessoa pode ligar e fazer sua denúncia sem precisar se identificar.
Com essa iniciativa o comandante Cabo Divanildo quer coibir assaltos e acabar com o tráfico de drogas que alguns traficantes querem implantar em Rafael Fernandes.
O Número está a disposição de toda a população, lembre-se use com responsabilidade para que possamos fazer desta cidade, uma cidade ordeira, comenta o redator do Blog e parabeniza Cabo Divanildo pela idéia.
Numero Telefone: 9904-0504

FONTE: BLOG NOSSA PAUDOS FERROS


segunda-feira, 3 de maio de 2010

ENCONTRO DE MOBILIZAÇÃO POLÍTICA DO PT


Este convite destina-se a todos (as) apoiadores (as) e/ou simpatizantes da candidatura de Zé-Júlio, a Deputado estadual, bem como da reeleição da Deputada Federal Fátima Bezerra.
Neste sábado, dia 08 de maio, no Hotel Portal das Serras, em Portalegre, aconterá um encontro de mobilização política que contará com apresentações culturais, palestra sobre conjuntura Política e eleições 2010, debates e o encerramento será com um almoço para todos os participantes.

PARTICIPE!!

Convite - Atividade de Zé Júlio, pré candidato a deputado do PT


domingo, 2 de maio de 2010

Condenados mandante, mediador e pistoleiros da morte da irmã Dorothy


Ontem o Brasil deu um grande exemplo para o mundo nos casos relacionados às mortes por disputa de terra. No julgamento dos culpados pela morte da irmã Dorothy, ocorrido no Pará, pela primeira vez a justiça condenou quem manda e não apenas os executores. Como bem disse o Promotor do caso, “as idéias devem ser debatidas e os direitos julgados, mas sem violência”. O irmão da religiosa e os militantes da Comissão Pastoral da Terra comemoram o resultado.

FONTE: blog do caramurú

Base aliada prepara vinda de Dilma ao RN em reunião nesta segunda-feira


* Assessoria de comunicação da Deputada Fátima Bezerra

Na condição de vice-presidente Nacional do PT, Fátima articulou com o presidente José Eduardo Dutra a vinda da ex-ministra Dilma Rousseff ao RN. Para isso, haverá nesta segunda-feira, 03, a primeira reunião dos partidos da base aliada do governo do presidente Lula para definir a data, estratégias e a agenda da ex-ministra e pré-candidata do PT à Presidência da República.

A deputada disse hoje, que o encontro será durante um almoço no restaurante Tábua de Carne, em Ponta Negra. Adiantou ainda que já haviam confirmado presença o governador Iberê Ferreira de Souza (PSB), a ex-governadora Wilma de Faria (PSB), o deputado federal Henrique Alves (PMDB), o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT), e representantes do PCdoB, PHS e PRB.

“Vamos ouvir as sugestões dos demais parceiros, para construir uma agenda que permita à pré-candidata Dilma dialogar com vários setores da nossa sociedade”, disse Fátima. A parlamentar adiantou ainda que, além dela, participarão da reunião pelo PT-RN os membros do comitê político da legenda, formado pelo presidente estadual, Eraldo Paiva, o deputado estadual Fernando Mineiro e o ex-vereador Hugo Manso.

LOGO APÓS O RECONHECIMENTO DO LULA PELA REVISTA AMERICANA TIMES: