sábado, 24 de abril de 2010

fotos da visita da coordenação do MOVA Brasil

Vereadora Lívia, articuladora do Programa no município

Eliane Bandeira, coordenadora estadual do programa MOVA Brasil

Rafael Fernandes recebe visita da coordenadora estadual do MOVA Brasil


O MOVA Brasil é um dos principais projetos de responsabilidade social da Petrobrás. Baseado na metodologia do educador Paulo Freire, através da leitura crítica da realidade, constitui-se como um importante instrumento de resgate a cidadania. No nosso município existem duas turmas deste programa e o pólo, ou seja a cidade que agrega as demais cidades que possuem o programa ( Água nova, Pau dos Ferros, Itaú e Severiano Melo), para a formação todos os sábados, é Rafael Fernandes, sob a coodenação da professora Ana Cristina da Cidade de água Nova. E no dia de hoje , recebemos a visita da coodernação estadual do programa sob a responsabilidade da professora, Eliane Bandeira, que fez elogios ao desenvolvimento do programa neste pólo, considerando um dos mais organizados e comprometidos. Parabéns á todos os monitores que compõem este pólo!!

VISITA ILUSTRE!!


Durante esta semana, recebemos uma visita ilustre, o nosso deputado estadual do PT, Fernando Mineiro, que em passagem pela nossa cidade e em companhia do presidente da ADEPEC, Benetido Maia, fez questão de conhecer o posto para resfriamento de leite, que fica na zona rural do nosso município, mais precisamente no sítio Varzinha. Mineiro acompanhou de perto todo o processo de construção e aquisição do tanque de resfriamento, que foi conseguido através da ADEPEC( Associação para o desenvolvimento pecuário) e que em breve estará chegando até aquela sede.

ANIVERSARIANTE DA SEMANA!!!


O blog parabeniza o nosso companheiro e amigo Benedito Maia, que esta semana, dia 22, completou mais um ano de vida. Benedito é presidente do partido dos trabalhadores local e articulador social do PELC.Valeu companheiro, muita saúde e sucesso!!!!

Fátima participa de mobilização nacional de policiais e bombeiros

A deputada federal Fátima Bezerra (PT-RN) participou na manhã desta sexta-feira, 23, da mobilização nacional, que reuniu policiais militares e civis, bombeiros e agentes penitenciários, em prol da aprovação do piso salarial nacional para as categorias. Em Natal, a marcha aconteceu na Avenida Rio Branco e contou com a participação de oito associações que representam os trabalhadores dessas classes.

Para o presidente da Associação dos Cabos e Soldados do RN (ACS-RN), Cabo Jeoás Nascimento, a aprovação do piso para os policiais é de extrema importância não só para a categoria como para a sociedade. “Com a aprovação desse piso, conquistaremos uma nova política pública de segurança justa e eficaz. E concluiu, “com o policial bem remunerado, ele terá a oportunidade de realizar um serviço de maior qualidade”, disse Jeoás.

A presidente do Sindicato dos Policiais Civis do RN (Sinpol), Vilma Marinho, enfatizou a importância dessa mobilização para chamar a atenção, não só da categoria, mas de toda a sociedade. “A ideia é chamar a atenção da sociedade para que possamos sensibilizar o Congresso, bem como o Ministério da Justiça. Agir em favor do profissional da segurança é melhorar o serviço oferecido a população”, disse Vilma Marinho.

Atuante e compromissada com os anseios da categoria, a deputada Fátima Bezerra, que acompanhou toda a mobilização e participou da marcha, destacou a luta para implantação do piso. “Estamos na luta! Já avançamos, mas temos muito a conquistar. A implementação desse piso será importante para a valorização de toda a categoria”.

Mais uma vez Fátima reiterou o seu compromisso com os policiais e bombeiros. “Quero aqui reiterar o meu apoio. Participo diretamente dessa luta no Congresso. Esta questão é muito importante e diz respeito diretamente ao bem estar da sociedade, portanto, é necessário que o povo se envolva nesta luta”, falou a parlamentar.

PECs

A proposição do piso salarial nacional começou com a Proposta de Emenda a Constituição 300 (PEC 300) de autoria do deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), que defendia, para todos os policiais e bombeiros do país, uma remuneração igual ou superior a dos policiais militares do Distrito Federal. A deputada Fátima Bezerra foi a responsável pelo desenvolvimento do texto que gerou a PEC 300.

Após ser aprovada em várias comissões e no plenário da Câmara, a PEC 300/08 foi aglutinada a PEC 041/08, que já tramitava no Senado como proposição do senador Renan Calheiros (PMDB/RN), e transformou-se em PEC 446/10.

A PEC 446/10 já passou com êxito pelo plenário da Câmara, mas ainda falta a aprovação de algumas emendas que retiram do texto o piso salarial de R$ 3,5 mil para praças e R$ 7 mil para oficiais.

comentário: Parabéns a  todas as Associações de cabos e soldados,  a Dep. Federal Fátima Bezerra e ao PT que de forma racional manifesta o seu apoio a todas classes trabalhodoras, em especial aos policiais civis, militares e bombeiros. No tocante ao militarismo, espero que seja desmilitarizada e valorizada, unificando as polícias e criando um plano de carreira para esse profissinoais. 

sexta-feira, 23 de abril de 2010

POLICIAIS MILITARES, BOMBEIROS MILITARES E POLICIAIS CIVIS PARTICIPAM DE PASSEATA PELAS RUAS DE NATAL EM PROL DA PEC 300.



Foi realizada hoje (23), uma passeata com todos os policiais e militares do Rio Grande do Norte em prol da aprovação do PISO SALARIAL NACIONAL para a categoria.

Os policiais militares que estavam de serviço estão realizando o Tolerância Zero e as delegacias de Polícia Civil funcionaram durante toda manhã com um número reduzido de agentes de 30%.

Durante a mobilização foi transmitido à sociedade norte-riograndense os motivos que levaram para acontecer à passeata e a importância da aprovação do piso salarial nacional.

A passeata foi um modo de chamar a atenção dos políticos de todo o Brasil, para que o mais breve possível seja votado o projeto de emenda constitucional que estabeleça o piso salarial desta categoria.

É de extrema importância a criação do piso salarial para os profissionais de segurança pública, estes profissionais arriscam a vida para proteger a sociedade e são pagos com valores diferentes entre os estados brasileiros.

Enquanto o policial de Brasília/DF recebe R$ 4.500,00 com previsão para receber R$ 6.000,00. Um policial do Rio de Janeiro recebe 1.100 Reais. No Estado do Rio Grande do Norte o valor é de 1.800,00 Reais.

"O piso salarial irá diminuir esta diferença exorbitante entre os policiais e militares de todo o Brasil. Buscando desta forma valorizar o profissional e garantir ao mesmo uma melhor qualidade de vida. Isso irá refletir na sociedade de forma positiva na prestação do serviço de segurança pública", declara o Cabo Heronides.

Participou deste evento a Deputada Federal Fátima Bezerra, em seu pronunciamento ela garantiu que o governo federal quer implementar o piso salarial nacional para a segurança pública.

Foram de extrema importância a organização de todas as associações de policiais militares, do mandato da Vereadora Sargento Regina e do SIMPOL através de Vilma Marinho e principalmente da participação de todos os policiais militares, civis e bombeiros militares nesta passeata.





quarta-feira, 21 de abril de 2010

Servidores da área de segurança pública protestarão a favor da PEC 300

Na próxima sexta-feira (23) policiais civis, militares, bombeiros e agentes penitenciários realizarão protestos em todo Brasil. Em Natal haverá passeata, às 9h, partindo da avenida Rio Branco, sede do Sindicato da Polícia Civil do RN – SINPOL, no centro da cidade com participação de policiais e servidores da segurança pública de todo Estado.

Com o Movimento Polícia Legal, a categoria reivindica a aprovação da PEC 300 que institui a criação de um piso salarial nacional. Atualmente o salário inicial de um soldado da PM é R$1.800. A proposta do piso é R$ 4.500.

Para o presidente da Associação dos Praças da Polícia Militar de Mossoró e Região Oeste (ASPRAM), Soldado Jadson, é necessário um piso salarial padrão para categoria. “Cada Estado paga um valor diferente. Queremos a unificação desses valores e um teto único”, afirma.

Neste dia a Polícia Civil paralisará o serviço das delegacias, mantendo apenas 30% do efetivo, como previsto em Lei.

No dia 23 também será o início do Movimento Tolerância Zero. Todos os crimes e contravenções ocorridos nas ruas, dos mais simples aos mais complexos, serão encaminhados à delegacia e feitos procedimentos padrões. Dessa forma a polícia militar pretende mostrar as dificuldades do trabalho policial.

PÓLO DO PT DO ALTO-OESTE REALIZOU ENCONTRO EM LUÍS GOMES

A convite do vereador Luciano Pinheiro, o Pólo do PT do alto-oeste realizou no dia de hoje um  encontro na sua terra, a  cidade de Luís Gomes. O  mesmo contou com a presença de filiados  de Pau dos Ferros, Rafael Fernandes, Água Nova,  João Dias e Viçosa. Ainda marcaram presença o deputado estadual Fernando Mineiro, Júnior souto e Eduardo( representando o mandato da deputada Fátima Bezerra), a vereadora  Lívia e o pré- candidato a deputado estadual Zé Júlio.
No encontro foi discutido sobre a candidatura de Dilma a presidência da república, sobre o cenário para as eleições a nível estadual e foi repassado informações sobre o sistema de filiações do partido, o sisfil. Como parte da programação da tarde, aconteceu a inauguração de pontos  de cultura em comunidades rurais e a noite a reinauguração do museu cultural, com a implantação do cine mais cultura e  apresentações de grupos culturais. Ao companheiro Luciano, parabéns pelo trabalho realizado e muito sucesso!!

Piso não é cumprido no RN (Diário de Natal)



Política - Diário de Natal

Edição de segunda-feira, 19 de abril de 2010

Jussara Correia // jussaracorreia.rn@dabr.com.br


Dificuldade financeira dos municípios tem inviabilizado o pagamento do salário "ideal" aos professores

Ajustado no dia 1º de janeiro deste ano, o piso salarial nacional dos professores é uma utopia para a maioria dos municípios do Rio Grande do Norte. Com base na lei n° 11.738, sancionada pelo presidente Lula em junho de 2008, os educadores do ensino básico receberam um aumento nos salários de 7,86%, que passaram de R$ 950 para R$ 1.024,67, para 40 horas semanais. O fato é que o reajuste anunciado pelo Ministério da Educação (MEC) é menos da metade do reivindicado por professores e maior que o desejado por estados e municípios.

De acordo com a deputada federal Fátima Bezerra (PT), uma das autoras da lei e também coordenadora da Frente Parlamentar em defesa do cumprimento do piso, a lei sofreu um golpe em2008. "Uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) foi ajuizada no Supremo Tribunal Federal por cinco governadores contra a lei, tendo à frente a governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB)", afirmou.


Segundo a deputada, após o julgamento da Ação, os ministros definiram que o termo "piso" a que se refere a norma em seu artigo 2º deve ser entendido como a remuneração mínima a ser recebida pelos professores. Assim, até que o Supremo analise a constitucionalidade da norma, os professores das escolas públicas recebem R$ 950,00, somados ao vencimento básico (salário) e as gratificações e vantagens. Esse entendimento deverá ser mantido até o julgamento final da Ação Direta de Inconstitucionalidade. "A partir de janeiro deste ano, quando se daria a integralização do piso, o gestores não poderiam mais usar o artifício da gratificação, o que está acontecendo em muitos locais", disse.

Diante do impasse, a deputada disse que estão sendo feitos movimentos no sentido de que o Supremo julgue a Ação o mais rápido possível, para que a situação dos professores se resolva. "A gente esteve em audiência com o ministro Joaquim Barbosa e a Frente tem feito movimento forte para que o supremo julgue o mérito da Ação. Participei de uma audiência com membros da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação e o fato é que a situação está uma celeuma. De acordo com a portaria da Advocacia Geral da União, o piso que é de R$ 1.024,00, no entanto, de acordo com a lei em vigor, deve ser R$ 1.312,00. Mas o que os gestores estão considerando é o primeiro. Infelizmente muitos estados não estão cumprindo o piso na integralidade. Estão cumprindo a lei incluindo a gratificação", afirmou.



http://www.diariodenatal.com.br



Sinal da operadora VIVO começa a funcionar em varias cidades da tromba do elefante

O sinal da operadora de telefonia móvel VIVO já está funcionando em várias cidades da região da tromba do elefante. Moradores dos municípios de Cel. João Pessoa, Venha-Ver e Doutor Severiano já podem usufruir deste serviço. Outras cidades como Água Nova, Encanto, Major Sales e Riacho de Santana também fazem parte da expansão da operadora.

Segundo a Agência Nacional de Telecomunicação (ANATEL) até o dia 30 de abril de 2010 todos os municípios brasileiros deverão possuir sinal de alguma operadora. As operadoras vencedoras da licitação de cada região terão de cumprir o compromisso da instalação dos equipamentos até essa data, sob pena de punição previstas por lei.

No ultimo balanço divulgado pela ANATEL em setembro do ano passado 52 municípios do estado do Rio Grande do Norte ainda não possuíam nenhum sinal de operadoras de celular.

terça-feira, 20 de abril de 2010

Professores de Água Nova e Rafael Fernandes paralisaram atividades no dia de hoje


O SINDISERPRAN, FETAM E CONFETAM mobilizaram a categoria no dia de hoje para acompanhar a parada nacional em defesa do PISO e do PLANO DE CARREIRA nos dois nunicípios. Considerando que em Rafael Fernandes o Plano de Cargos Carreiras e Salários, ainda não foi aprovado e em Água Nova, poucas foram as reivindicações atendidas. Em Rafael Fernandes, após a assembléia foi tirado encaminhamentos junto a comissão que acompanha a reformulação do Plano e em Água Nova a mobilização é pela garantia de direitos já conquistados e que estão no Plano anterior.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

20 DE ABRIL DE 2010: DIA NACIONAL DE LUTA DOS MUNICIPAIS




Frente à problemática que vem sendo instaurada no país em torno da implantação do Piso do Magistério a CONFETAM/CUT mobiliza toda a categoria para o Dia Nacional de Luta dos Municipais que será realizado conjuntamente com as Entidades Filiadas. Um momento ímpar para mais uma vez declararmos um basta a todas essas tentativas de acabar com essa grande conquista dos/as profissionais do Magistério. Esse grande ato reivindica a implantação da Lei Nº 11.783 que institui o Piso do Magistério, na sua íntegra, e dos Planos de Carreiras.
Piso Salarial do Magistério: Faça valer seu Direito! A hora é Agora!

domingo, 18 de abril de 2010

Mais um blog desmascara o Datafarsa




Veja como o Datafolha alterou a proporcionalidade dos eleitores entre as pesquisas de Fevereiro e de Março, beneficiando Serra!

O Datafolha alterou, de forma dramática, a proporcionalidade dos eleitores que entrevistou nas suas pesquisas de Fevereiro e de Março. Como o instituto fez isso, é o que irei explicar agora.

1) Em Fevereiro, na divisão por regiões do país, o Datafolha entrevistou o percentual de eleitores relacionado abaixo:

Sudeste - 40,9% (o correto seria em torno de 42%);

Nordeste - 28,7% (o correto seria em torno de 29%);

Sul - 14,6% (o correto seria em torno de 14%);

Norte/Centro-Oeste - 15,8% (o correto seria em torno de 15%).

Portanto, o que se conclui destes dados acima é que o Datafolha respeitou, na sua pesquisa de Fevereiro deste ano, a proporcionalidade da população brasileira. Assim, o instituto entrevistou um número de eleitores, em cada região do país, que respeitou a divisão da mesma entre o Sul, Sudeste, Nordeste e o Norte/Centro-Oeste. As diferenças não chegam a 1%, o que é irrelevante do ponto de vista estatístico.

2) Mas, na sua pesquisa de Março, o Datafolha modificou, radicalmente, o percentual de eleitores entrevistados em cada região do país, desrespeitando totalmente a divisão da população brasileira entre cada uma delas. Duvidam? Então, vejam como o Datafolha dividiu (proporcionalmente) os eleitores entrevistados, em cada região do país, na sua pesquisa de Março:

Sudeste - 61,2% (o correto seria 42%);

Nordeste - 18,4% (o correto seria 29%);

Sul - 11,6% (o correto seria 14%);

Norte/Centro-Oeste - 9,2% (o correto seria 15%).

Portanto, na sua pesquisa de Março, o Datafolha aumentou fortemente o percentual de eleitores pesquisas na região Sudeste, que foi de 61,2%. E a imensa maioria destes, 48,1% dos eleitores pesquisados a nível nacional (2001 eleitores), eram paulistas. E 26% dos eleitores entrevistados no país inteiro eram da CIDADE de São Paulo (1081 eleitores).

Ao mesmo tempo, a participação dos eleitores das demais regiões foi bem menor do que seria o correto, principalmente no caso do Nordeste, que teve apenas 18,4% de entrevistados, quando o correto seria 29%. O Norte/Centro-Oeste foi outra região com uma sensível diminuição do percentual de eleitores pesquisados.

Comparando-se as duas pesquisas, temos o seguinte:

Fevereiro/Março:

Sudeste - 40,9%/61,2% (aumento de 49,6%);

Nordeste - 28,7%; 18,4% (redução de 35,9%);

Sul - 14,6%/11,6% (redução de 20,5%);

Norte/Centro-Oeste - 15,8%; 9,2% (redução de 41,8%).

Esta mudança brutal na divisão do eleitorado entrevistado pelo Datafolha, em cada região do país, ajuda muito a explicar porque nestas pesquisas os resultados foram os seguintes:

Fevereiro:

1o. turno:

Serra - 32%;

Dilma - 28%.

2o. turno:

Serra - 45%;

Dilma - 41%.

Março:

1o. turno:

Serra - 36%;

Dilma - 27%.

2o. turno:

Serra - 48%;

Dilma - 39%.

Portanto, a subida de Serra e a estagnação de Dilma na pesquisa de Março foi fruto, basicamente, desta manipulação grosseira feita pelo Datafolha. E segundo informações já divulgadas, o mesmo procedimento foi adotado pelo instituto na sua pesquisa divulgada ontem, promovendo-se uma nova manipulação do percentual de eleitores que deveriam ter sido pesquisados em cada região do país.

É o Datafolha à serviço da candidatura de José Serra.

Links: