quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Quadrilha assalta Banco do Brasil de São Miguel e faz família do subgerente de refém .


Uma quadrilha composta por aproximadamente 12 homens assaltaram a Agência do Banco do Brasil e mantiveram a família do subgerente como reféns. A ação teve inicio por volta das 20h00min desta quarta-feira (01) quando um grupo de homens armados invadiu a casa do subgerente Rogério Holanda e mantiveram todos durante toda a noite como reféns.
De acordo com informações repassadas pelo próprio Rogério Holanda os bandidos relataram que a cerca de dois meses planejavam o assalto e para isso monitoravam toda a rotina da família. O subgerente relatou que após o grupo passar toda a noite da sua residência, pediram que a família mantivesse a sua rotina diária da manhã desta quinta-feira e que não comunicasse nada a polícia antes de um período de uma hora após a conclusão do assalto, sob risco de ocorrer algo com os seus filhos.
Segundo Rogério Holanda por volta das 04h00min da manhã de hoje os seus dois filhos foram levados de casa para um cativeiro em local desconhecido como forma de garantia de que todo o plano arquitetado daria certo. Após isso por volta das 07h30min da manha o subgerente seguiu com dois integrantes da quadrilha para a agência do banco, aonde chegando lá foi avisado aos demais funcionários que os filhos do mesmo estavam mantidos como reféns e que estaria ocorrendo um assalto no local.
Dentro da agência os dois bandidos disfarçados de técnicos de manutenção passaram cerca de 1 e 15 minutos recolhendo todo o dinheiro até que por volta das 08:45 os dois saíram com todo o dinheiro do cofre sem serem percebidos pelos clientes que estavam na fila. Na fuga a dupla utilizou o veículo de propriedade do subgerente que momentos depois foi abandonado na saída do município.
Como forma de manter a segurança da família do subgerente da Agência do BB de São Miguel o fato só foi comunicado a polícia cerca de uma hora após a saída dos assaltantes do local. Na seqüência um grande aparato policial composto pelo GTO de Pau dos Ferros, Polícia Civil e guarnições policiais de todos os municípios da região posicionaram-se em frente à agência na expectativa de que o assalto ainda estaria ocorrendo, contudo após alguns minutos a polícia tomou conhecimento de que os bandidos já teriam ido fugido a bastante tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.