quarta-feira, 4 de agosto de 2010

PMs SÃO PRESOS ACUSADOS DE INTEGRAR QUADRILHAS

Um policial potiguar e outro da Paraíba foram detidos. No RN, nove foram expulsos nos últimos quatro meses.

Em uma coletiva de imprensa realizada na sede da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social, o titular da pasta Cristóvão Praxedes, anunciou o resultado positivo de três operações das polícias Civil e Militar: dois homens foram presos na Paraíba acusados de assaltos nos dois estados; uma quadrilha que assaltava residências na Zona Sul de Natal foi presa em Mossoró e um bando que acabara de assaltar uma agência dos Correios de Jardim de Angicos foi presa após troca de tiros com a PM. Em duas destas operações havia policiais militares entre os acusados. O envolvimento de policiais em crimes provocou o endurecimento do comando da PM, só nos últimos quatro meses, o Cel. Araújo assinou a expulsão de nove homens e espera o resultado de outros oito procedimentos (leia matéria ao lado).

JARDIM DE ANGICOS

O comandante geral da PM, Coronel Araújo, que estava presente na coletiva, anunciou a prisão de uma quadrilha que assaltou a agência dos Correios de Jardim de Angicos por volta das 9h da manhã de ontem. Os bandidos tentaram fugir e na fuga houve troca de tiros com a polícia. O grupo levou do caixa da agência pouco mais de R$ 5 mil e fugiu em um veículo tipo Astra de cor prata. A polícia foi comunicada e fez uma barreira policial na estrada que dá acesso ao município de João Câmara. Assim que o carro foi avistado pelos policiais começou a perseguição. Na troca de tiros o acusado Erick Franklin Valdevino Cavalcante foi baleado e teve que ser encaminhado a um hospital de Natal.

Os outros presos foram Manoel Nunes de Oliveira, conhecido como "Manoel dos Bodes", Francisco Damião de Souza Cassimiro e Ricceli Manoel Maciel de Souza Cirino, este último é soldado da PM, lotado na Delegacia de Jardim de Angicos e estava em serviço no momento do crime.

Ele trabalhava juntamente com Francisco Damião, que é funcionário da Prefeitura e fazia serviços de limpeza na unidade policial. Coronel Reinaldo informou que, apesar das quatro prisões, o dinheiro ainda não foi recuperado porque os dois criminosos que fugiram levaram a quantia.

No entanto, dois revólveres foram apreendidos com a quadrilha. Os três presos estão em João Câmara e serão trazidos para a sede da Polícia Federal, em Natal.

"Essa prisão acontece em um momento que o comando da PM trabalha para punir maus policiais. Uma prova de que nós estamos dispostos a cortar a própria carne, nós queremos bons policiais", afirmou Cel. Araújo.

MOSSORÓ

Em Mossoró, policiais do setor de inteligência da PM e policiais civis de Mossoró, abordaram dois veículos, na noite de segunda-feira, ocupados por quatro perigosos assaltantes da região Oeste. Tássio Tales da Silva, de 21 anos, e Bob Maycon Elias de Almeida foram presos. Edcledson Costa de Oliveira, o "Mussun", de 31 anos, morreu na troca de tiros, e o suposto chefe da quadrilha, Diego César, conseguiu fugir. Ele é acusado de estupro, sequestro, assaltos e homicídios, e é apontado pela polícia como um bandido de alta periculosidade. Entre outros crimes, a quadrilha é acusada de cometer vários assaltos à residências da zona sul de Natal.


Fonte: Diário de Natal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.