quarta-feira, 4 de agosto de 2010

PEC 300 SERÁ VOTADA NESTA QUARTA-FEIRA EM SEGUNDO TURNO

Depois de uma reunião com os líderes dos partidos na Câmara Federal, representantes da classe militar de todo o País conseguiram empurrar a votação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 300, em segundo turno, para a pauta desta quarta-feira. Os deputados federais voltaram nesta segunda-feira do recesso parlamentar de julho e ainda não tinham discutido colocar na ordem da semana a apreciação desta matéria, que institui o piso salarial nacional da classe militar.

O líder do governo na Câmara Federal, deputado Cândido Vaccarezza (PT/SP), informou, antes das férias, que iria trabalhar para que os deputados analisassem a proposta assim que o ‘descanso’ fosse encerrado. A intenção era que a PEC 300 fosse votada até o dia 6 de agosto.

Todavia, no site da Agência Câmara não constava na pauta prevista para os dias 3, 4 e 5 de agosto a proposta em questão. Claro que os parlamentares podiam alterar as matérias que serão apreciadas a qualquer momento.

Para dar mais uma pressão nos deputados, lideranças dos militares já estão em Brasília, onde pretendem acompanhar as sessões ordinárias da semana.

O presidente da Associação dos Cabos e Soldados (ACS) de Alagoas, cabo PM José Soares Cordeiro, está em Brasília para, junto com as demais representações, engrossar o movimento. Ele falou que o clima na capital federal é de expectativa para que a PEC 300 entre mesmo em votação nesta quarta e, enfim, siga para o Senado Federal, para ser votada igualmente em dois turnos e, em seguida, ser promulgada pelo presidente da Casa.

Além de Soares, integram o movimento no Distrito Federal o presidente licenciado da ACS, sargento Wagner Simas Filho e o ex-vice presidente da entidade, sargento Marcos André Ramalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.