quinta-feira, 22 de julho de 2010

Site oficial da Copa 2014 diz que "Natal está no fio da navalha.

A notícia está publicada no site http://www.copa2014.org.br/ :

Natal volta a correr risco de ficar fora da Copa

Governador do RN cancela contrato de projeto da Arena das Dunas



Natal ainda corre sério risco de ficar de fora da Copa de 2014. Não bastasse o atraso no lançamento do edital da Parceria Público-Privada (PPP) para construção do Estádio das Dunas/Novo Machadão, que depende da aprovação de um Fundo Garantidor, o governador Iberê Ferreira de Souza solicitou nesta terça-feira (20/7) a revisão dos dois contratos, de arquitetura e projetos complementares para a nova arena - o escritório internacional de arquitetura, Populous Arquitetura Ltda, e a empresa paulista Stadia Projetos Consultoria (especialista em projetos para arenas e estádios de futebol) foram contratados no mês passado pelo Governo do Rio Grande do Norte, com dispensa de licitação, ao valor de R$ 27 milhões, o que acabou desgastando a imagem do executivo potiguar.

Na época, há pouco menos de um mês, o Governo sustentava a contratação das duas empresas, com dispensa de licitação, por dois motivos: o escritório de arquitetura Populous (antiga HOK) tem o direito autoral do projeto principal do Estádio das Dunas e a empresa Stadia é especializada em projetos de arenas e seria responsável pela execução das cerca de 70 obras complementares do estádio, exigidos pela FIFA. “Se fôssemos abrir um edital para cada um destes 70 projetos não daria tempo cumprir os prazos exigidos pela Fifa. E a Populous tem o direito autoral”, disse à época Fernando Fernandes, secretário extraordinário para assuntos da Copa no RN e presidente do Comitê Gestor para o Mundial em Natal.

Este novo fato, segundo Fernando, pode sim retardar o lançamento do edital e conseqüentemente colocar em risco a candidatura da capital potiguar. Sem querer se pronunciar antes do que será decidido nesta quarta-feira, o secretário, visivelmente decepcionado, disse apenas que ainda acredita numa solução rápida para este novo impasse e para a aprovação do Fundo Garantidor. “Vamos aguardar. Vai dar tudo certo”, disse. Desde que Natal foi escolhida como sede da Copa, este momento é o mais tenso e o que mais preocupa Fernando Fernandes, que sempre esteve à frente de todo o processo.

O governador Iberê Ferreira de Souza explicou porque da mudança de curso: "Decidimos reavaliar o contrato firmado com as empresas e vamos encontrar, ainda nesta semana, um novo formato para a realização dos projetos da Copa de 2014. E essa mudança não irá acarretar em atrasos para a Copa, bem como trará total transparência nesse processo", afirmou o governador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.