quarta-feira, 28 de julho de 2010

Professores da Rede Municipal de ensino de Rafael Fernandes deflagram greve

Os Professores da Rede Municipal de ensino de Rafael Fernandes deflagraram greve neste dia 23/07/2010 (sexta-feira), tendo em vista os impasses nas negociações para implantação do Piso Salarial. No dia 19 de julho os professores decidiram, em Assembléia Extraordinária, pela paralização das atividades de sala de aula, pelo prazo de setenta e duas horas, como forma de pressionar o poder executivo municipal a apresentar uma proposta que contemplasse os direitos da classe. Como isto não ocorreu, os professores, através do Sindicato dos Servidores Públicos de Rafael Fernandes e Água Nova - SINDISERPRAN, resolveram entrar em greve por prazo indeterminado. Neste dia 29/07/2010, quinta-feira, está agendada uma reunião com o Prefeito Municipal José de Nicodemo Ferreira Junior, para tentar encontrar uma solução conjunta para este impasse. Os professores rafaelenses lutam pelo piso salarial que respeitem a formação do docente, sendo de R$ 1.024,00 para os professores com nível superior e de R$ 767,00 para os professores que tem magistério. A maioria das Escolas Municipais estão com as suas atividades paralisadas, salvo alguns professores que são contratados e que, por obrigação legal, não podem entrar em greve. Em pronunciamento a Rádio Nativa de Rafael Fernandes, a Secretaria Municipal e Professora Neuda Lopes, ratificou a existência da greve mas acredita que será possível chegar a um entendimento.

Fica os nossos votos para que as autoridades competentes possam se sensibilizar com as reivindicações dos professores e que tudo seja resolvido de modo a não prejudicar os nossos alunos.
Fonte:Rafael Fernandes/RN: Nossa vida, nossa história

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.