quarta-feira, 7 de julho de 2010

Professor Rafaelense defende dissertação de mestrado


Neste dia 08 de julho de 2010 o professor rafaelense, José Carlos Rédson, estará defendendo a sua dissertação de metrado em Letras, no Campus Avançado Profª Maria Elisa de A. Maia – CAMEAM/UERN, cujo tema é “As curvas românticas de Alencar e Machado: entre as mulheres de papel e as veredas da identidade feminina”. O trabalho tem a orientação da também professora rafaelense Dra. Maria Edileuza da Costa. No seu trabalho dissertativo José Rédson procurou investigar o processo de construção da identidade feminina no período romântico da literatura brasileira a partir das personagens Aurélia (Senhora) de José de Alencar e Iaiá Garcia (Iaiá Garcia) de Machado de Assis.
Considerando que a identidade não surge como algo já pronto, mas está sempre em processo de construção, o professor entende que é preciso não perder de vista o contexto social que a mulher ocupa na segunda metade do século XIX.
Para José Rédson as obras “Senhora” e “Iaiá Gacia” representam a manifestação da força feminina, inseridas dentro de uma sociedade extremamente voltada para o sexo oposto. Segundo o professor, a personagem Aurélia (A Senhora) representa a mulher que resgatou a sua identidade romântica, mas consciente de sua posição enquanto sujeito social, já Iaiá Garcia se destaca pela mulher sagaz, capaz de tramar sempre algo que lhe beneficie, disfarçando o amor que sente e obtendo assim a identidade de mulher dissimulada. Enfim, ambas as personagens representam dentro do Romantismo a evolução da mulher na literatura brasileira.
José Carlos Rédson leciona, no ensino médio, a disciplina de português , na Escola Estadual José Ferreira da Costa em Rafael Fernandes/RN. Desejamos boa sorte ao professor Rédson e parabéns pela sua trajetória de sucesso na Universidade.
Fonte: Rafaelfernandesrn

Um comentário:

  1. Ola branco, olha eu seu primo Niltoneto mesmo de longe, desejo boa sorte e tenho a certesa de que você vai conseguir o sue objetivo. parabens!

    ResponderExcluir

Faça aqui o seu comentário.