quinta-feira, 24 de junho de 2010

Em reunião, Lula anuncia recursos para PE e AL.


O deputado federal Paulo Rubem Santiago (PT-PE) disse esta quinta (24), após acompanhar reunião do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com ministros e autoridades na Base Aérea do Recife, que Lula afirmou aos governadores de Alagoas, Eduardo Campos (PSB), e de Pernambuco, Teotônio Vilela Filho (PSDB), que haverá liberação imediata de R$ 500 milhões, sendo R$ 250 milhões para cada um dos dois Estados, para utilização em ações imediatas em prol da população atingida.

Outra medida anunciada na reunião foi, segundo o deputado, a confirmação do envio, pelo Ministério da Saúde, de 18 toneladas de medicamentos para Pernambuco e Alagoas e de técnicos do Ministério da Educação, que estariam iniciando o levantamento da destruição de escolas da rede pública.

Ainda segundo o parlamentar, os ministérios da Educação, Saúde e Cidades estariam aguardando o envio de relatórios detalhando os prejuízos para programar a liberação de novo recursos, destinados à reconstrução de casas, escolas, hospitais e equipamentos públicos de uma forma geral.

Paulo Rubem afirmou também que o presidente disse aos governadores que está "colocando toda a estrutura do governo federal necessária à disposição dos Estados atingidos pelas enchentes". "O presidente afirmou que se for necessário poderá até transferir a Presidência, de forma temporária, para Pernambuco ou Alagoas, para que a União possa acompanhar mais de perto as ações, ajudando a superar as dificuldades", afirmou o parlamentar.

Lula se reuniu por cerca de uma hora com os dois governadores e com os ministros de Integração Nacional, João Santana, Cidades, Márcio Fortes, Educação, Fernando Haddad, Saúde, José Gomes Temporão, Casa Civil, Erenice Guerra, Gabinete Institucional e o General Gilberto Félix. O grupo deixou o local por volta das 10h30, em um helicóptero da Aeronáutica, para visitar alguns dos municípios atingidos pelas enchentes na zona da mata pernambucana e alagoana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.