sábado, 24 de abril de 2010

Fátima participa de mobilização nacional de policiais e bombeiros

A deputada federal Fátima Bezerra (PT-RN) participou na manhã desta sexta-feira, 23, da mobilização nacional, que reuniu policiais militares e civis, bombeiros e agentes penitenciários, em prol da aprovação do piso salarial nacional para as categorias. Em Natal, a marcha aconteceu na Avenida Rio Branco e contou com a participação de oito associações que representam os trabalhadores dessas classes.

Para o presidente da Associação dos Cabos e Soldados do RN (ACS-RN), Cabo Jeoás Nascimento, a aprovação do piso para os policiais é de extrema importância não só para a categoria como para a sociedade. “Com a aprovação desse piso, conquistaremos uma nova política pública de segurança justa e eficaz. E concluiu, “com o policial bem remunerado, ele terá a oportunidade de realizar um serviço de maior qualidade”, disse Jeoás.

A presidente do Sindicato dos Policiais Civis do RN (Sinpol), Vilma Marinho, enfatizou a importância dessa mobilização para chamar a atenção, não só da categoria, mas de toda a sociedade. “A ideia é chamar a atenção da sociedade para que possamos sensibilizar o Congresso, bem como o Ministério da Justiça. Agir em favor do profissional da segurança é melhorar o serviço oferecido a população”, disse Vilma Marinho.

Atuante e compromissada com os anseios da categoria, a deputada Fátima Bezerra, que acompanhou toda a mobilização e participou da marcha, destacou a luta para implantação do piso. “Estamos na luta! Já avançamos, mas temos muito a conquistar. A implementação desse piso será importante para a valorização de toda a categoria”.

Mais uma vez Fátima reiterou o seu compromisso com os policiais e bombeiros. “Quero aqui reiterar o meu apoio. Participo diretamente dessa luta no Congresso. Esta questão é muito importante e diz respeito diretamente ao bem estar da sociedade, portanto, é necessário que o povo se envolva nesta luta”, falou a parlamentar.

PECs

A proposição do piso salarial nacional começou com a Proposta de Emenda a Constituição 300 (PEC 300) de autoria do deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), que defendia, para todos os policiais e bombeiros do país, uma remuneração igual ou superior a dos policiais militares do Distrito Federal. A deputada Fátima Bezerra foi a responsável pelo desenvolvimento do texto que gerou a PEC 300.

Após ser aprovada em várias comissões e no plenário da Câmara, a PEC 300/08 foi aglutinada a PEC 041/08, que já tramitava no Senado como proposição do senador Renan Calheiros (PMDB/RN), e transformou-se em PEC 446/10.

A PEC 446/10 já passou com êxito pelo plenário da Câmara, mas ainda falta a aprovação de algumas emendas que retiram do texto o piso salarial de R$ 3,5 mil para praças e R$ 7 mil para oficiais.

comentário: Parabéns a  todas as Associações de cabos e soldados,  a Dep. Federal Fátima Bezerra e ao PT que de forma racional manifesta o seu apoio a todas classes trabalhodoras, em especial aos policiais civis, militares e bombeiros. No tocante ao militarismo, espero que seja desmilitarizada e valorizada, unificando as polícias e criando um plano de carreira para esse profissinoais. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.