quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Major da PM critica Anamara e a chama de vagabunda.




Numa entrevista concedida ao jornal Correio, da Bahia, o major Silvio Correia, presidente da Associação de Oficiais da PM, diz que não vê no programa "uma PM, e sim uma mulher que está usando a farda para ganhar dinheiro". Ele ainda completou: "Essa vagabunda está expondo a corporação".


Amiga de Anamara entra com ação judicial contra declaração de PM

Amanda Monteiro, amiga que divide apartamento com Anamara na Bahia, decidiu entrar com uma ação judicial nesta quarta-feira, 20, após tomar conhecimento sobre as declarações do major Silvio Correira, que teria chamado a participante do “BBB 10”, de vagabunda. O depoimento do major, que também é presidente da Associação de Oficiais da Polícia Militar, foi publicado no veículo de comunicação e causou bastante polêmica entre os amigos de Maroca.

“Aqui em Juazeiro as pessoas estão achando um absurdo essa notícia. A nossa assessoria juridica já foi acionada e entramos com um processo por danos morais. Pode perguntar para qualquer comandante sobre a conduta de Anamara que eles vão responder quem realmente ela é”, disse Amanda ao site da globo.

Defesa do Major Silvio Correia

Já o major se defendeu e disse que deu mais de uma hora de entrevista e que não lembra de ter xingado Anamara em nenhum momento.

- A gente não pode desgastar a instituição com a mídia. Eu quero pegar a fita para ver se na conversa de quase uma hora eu chamei ela de vagabunda. E se eu tiver falado em um contexto geral me retratarei, como se deve fazer. Não tenho intenção de denegrir a imagem de ninguém - encerrou.

Anamara deixou procuração com amiga para se afastar da polícia

A universitária Amanda Pinto Monteiro, que há oito meses divide apartamento com Anamara em Petrolina, Pernambuco, revelou que a juazeirense, lotada na 25ª Companhia Independente da PM (Casa Nova), antes de ir para o programa deixou uma procuração autorizando o seu pedido de exoneração. “Caso fique na casa após o término de suas férias (em 2 de fevereiro), vamos dar entrada no processo para evitar sua prisão. Ela planejou isso assim que recebeu a proposta do BBB”, contou.








3 comentários:

  1. SERIA ESSE O VALOR DADO AO PROFISSIONAL DA SEGURANÇA PÚBLICA POR UM OFICIAL? QUE PENA !!! ATÉ QUANDO ESSES PROFISSIONAIS QUE SÃO SUBORDINADOS POR UMA HIERARQUIA MILITAR DO TEMPO DA DITADURA MILITAR VÃO SUPORTAR A ESSAS HUMILHAÇÕES?

    DESMILITARIZEM, E DER DIREITOS A ESSES PROFISSIONAIS.

    ResponderExcluir
  2. VAMOS DIVULGAR ESSA PEC AÍ Q É MTO BOM PARA NÓS PMS !!!

    Militares podem ter autorização para acúmulo de cargos de educação e saúde

    Postado em 21/12/2009 às 08:15. Fonte: http://www.centraljuridica.com
    ________________________________________
    Notícias - Direito Militar Sexta-feira, 11 de Novembro de 2005

    A comissão especial que analisa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 215/03 aprovou autorização para acúmulo de cargos por militares nas áreas de educação e saúde. A proposta, de autoria do deputado Alberto Fraga (PFL-DF), foi aprovada na forma de substitutivo apresentado pelo relator, deputado Odair Cunha (PT-MG), que fez apenas ajustes formais ao texto.
    A PEC autoriza a acumulação de cargos de professor, de profissional de saúde ou técnico-científico aos militares das Forças Armadas, quando houver compatibilidade de horários. O relator da proposta lembra que essa alternativa já existe para os servidores civis dos diferentes poderes e unidades da Federação.

    Atualmente, os militares passam para a reserva quando assumem permanentemente cargos públicos. Em caso de cargo temporário, a função pode ser acumulada por até dois anos.

    O autor da PEC afirma que a atual proibição merece ser reformulada, pois tanto nas Forças Armadas quanto nas instituições militares estaduais "existem milhares de profissionais que podem e querem contribuir para os ideais republicanos com algo mais, além das atribuições que lhes são próprias, em especial nas áreas de educação e saúde".

    ResponderExcluir
  3. Atualmente em 16set2010 como anda essa Pec 215/03 ?

    ResponderExcluir

Faça aqui o seu comentário.