sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Começa temporada do material escolar.

Todos os anos o mês de janeiro é reservado pelos pais para as compras escolares. Sair em busca dos melhores preços aliados a qualidade é meta para o início de um bom ano de estudo. São cadernos, lápis, borrachas, livros e outros complementos que, no fim das contas, pesam no orçamento familiar.

Para Cícero Viana, supervisor de uma loja no Centro de Natal, se for comprar para apenas um filho, os pais gastarão um média de R$ 600. “Se for mais de um filho, uma família grande, gasta-se entre R$ 1.500 e R$ 2.000”, completa.

Em relação aos preços, o Procon-Natal informou que os pesquisadores estão trabalhando em 30 papelarias da capital e na segunda quinzena deste mês será apresentado um relatório com os preços do material escolar.

Nesse período, inclusive, é quando a procura aumenta. “Geralmente, os pais deixam para comprar a partir do dia 10 de janeiro. Claro que sempre tem aqueles que deixam para última hora e acabam sendo prejudicados porque falta material”, afirma Cícero.O supervisor da papelaria destacou ainda que nesta ano não observa uma diferença muito grande preços. Segundo ele, a média do material escolar está equivalente aos preços de 2009.

Segundo o Procon-Natal, a melhor maneira de não sair no prejuízo ainda é pesquisar. Os pais devem ver o preço dos mesmos produtos em vários locais diferentes, até mesmo os livros escolares

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.