sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Agora virou moda nas administrações Públicas Municipais.

Agora foi a vez da cidade de Janduís


ROMÁRIO DANTAS disse...


Quem Pagará Por Nós?

Ontem na Câmara dos vereadores de Janduís/RN, Aconteceu uma importante votação sobre à iluminação pública de janduis, onde 5 vereadores votaram Afavor da população pagar iluminação das ruas. O Projeto que foi enviado pela Prefeitura Municipal trás muitas falações em toda cidade pois janduis não existe nenhuma industria, Fabrica, para dá empregos á população de baixa renda.

sem emprego como podemos pagar mais importos ? é o fim de mundo. Aqueles quê querem vê nos pagando iluminação nos dê empregos primeiros.

Os 3 vereadores que votaram contra ( Ligia,Fábio Dantas, Jancinto Fernandes) Estão de parabéns por não terem votados nesse Projeto de Gestão de Governo que eu Considero como Uma Merda.

Os Vereadores que votaram a favor Tem seu Salário muito bem gordo, eles podem pagar sim, Más Aqueles que nem Salário Tem vão pagar como?

Tem muitas pessoas em Janduis que nem condições para pagar um papel de energia, Depois desse Aumento aí o bicho pega.

Seria bom que cada vereador pagasse pelas pessoas de baixa renda apenas por um Mês..

Vamos vê o destroço dessa Votação em Breve após a primeira conta.

Quem será que pagará Por Nós ?

Será que esses vereadores bem votados nas eleições de 2008 serão os mesmos bem votados em 1012?

Enviado pelo leitor do blog: Romário Dantas

17 de dezembro de 2009 10:11

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

PT cresce na preferência da população



O Partido dos Trabalhadores vem crescendo de forma significativa na preferência da população brasileira. De acordo com pesquisa da VoxPopuli, realizada entre 31 de outubro e 5 de novembro em 170 municípios do país, o PT saltou de 19% em março de 2004 para 30% em outubro deste ano na preferência partidária da sociedade. Já a rejeição, caiu de 8% para 7% no mesmo período. Para 36% dos entrevistados, o PT é o partido que mais ganha importância política e possui lideranças fortes.


A simpatia do povo brasileiro também é do PT, com cerca de 60%. O número também vem evoluindo. Em maio de 2008, eram 48% os entrevistados simpatizantes. Apenas 2% acreditam que é um partido com pouca força política.

A atuação do partido nas questões econômicas e sociais também foi avaliada. Para quase 70% da população, o PT tem papel importante e colabora de forma efetiva no crescimento da economia brasileira. 66% dos entrevistados também se mostram confiantes sobre esse assunto e acham que a economia encontra-se em pleno processo de progressão. Para 59% tem expectativas bastante positivas também para os próximos meses.

Os dados foram apresentados pelo presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini, que esteve presente na tarde de segunda-feira (14) na última reunião ordinária do ano do Diretório Estadual do PT de São Paulo.

Após a apresentação, Berzoini fez uma análise da conjuntura política e ressaltou, sobretudo, a importância do arco de alianças tanto em nível nacional, quanto estadual a fim de que se consolide o projeto democrático popular colocado em prática pelo Governo Lula, com continuidade e aprofundamento das políticas implantadas.

Apesar dos grandes desafios a serem superados em 2010, Berzoini se mostra confiante e destaca o potencial de crescimento do PT no Brasil, pela sua base e capilaridade conquistadas ao longo dos 30 anos e pela situação econômica e social favorável que se encontra o país, reconhecida internacionalmente.

PT-SP


Prefeito da cidade de João Câmara é cassado.

O prefeito da cidade de João Câmara, Ariosvaldo Targino de Araújo, foi julgado e cassado nesta terça-feira (15), na Vara Cível da cidade. A acusação que recai sobre o político é de improbidade administrativa. O réu tem 15 dias para recorrer da decisão e, por enquanto, permanece no cargo.


De acordo com o processo, disponível no site do Tribunal de Justiça, o prefeito deixou de "prestar contas ao Tribunal de Contas do Rio Grande do Norte, a tempo e modo, em relação ao exercício financeiro de 2004, uma vez que estava legalmente obrigado a fazê-lo, em nome próprio".

Ariosvaldo Targino de Araújo também teve suspensos seus direitos políticos por cinco anos, foi condenado ao pagamento de multa civil, correspondente a 80 vezes o valor da remuneração por ele percebida na condição de prefeito em dezembro de 2004 e está proibido de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos.

O prefeito permanece no cargo enquanto puder recorrer e as novas ações forem julgadas. O juiz responsável pelo processo é Everton Amaral de Araújo.




Paraíba - Banco do Brasil assume a folha e servidores devem comparecer para confirmar contas.

Primeiro dia de abertura de contas é bastante movimentado no Espaço Cultural, em João Pessoa

O servidor do Estado que estiver doente e não puder comparecer ao Espaço Cultural para fazer o cadastramento do Banco do Brasil será atendido em casa ou no hospital. Para isso, só precisa entrar em contato com a instituição bancária através do fone 3044-4500 e informar o nome completo, número da matrícula, RG e CPF e especificar o tipo da enfermidade. Um funcionário do banco irá visitar o servidor e fará o cadastramento no local onde ele estiver.

A informação é do superintendente estadual do Banco do Brasil na Paraíba, Carlos Alberto Ramos Silva. Ele esclareceu ainda que o salário de dezembro e o 13º serão depositados automaticamente nas contas dos servidores que já são clientes do Banco do Brasil. No entanto, para que isso ocorra, é necessário que a conta seja corrente, não tenha dívidas vencidas há mais de 180 dias e nem esteja sem movimentação há mais de seis meses.

O dirigente do BB alerta que as pessoas com conta-conjunta ou poupança também precisam fazer o cadastramento, porque o salário do Estado não poderá ser depositado nessas modalidades de contas.

Cadastro – Outro esclarecimento do banco é com relação aos dias do cadastramento. Para evitar transtornos, o banco elaborou um calendário e os servidores vêm sendo cadastrados de acordo com as iniciais de seus nomes, com prioridade para idosos, cadeirantes, mulheres grávidas ou com crianças de colo. Os trabalhos começaram nesta sexta-feira (11). Os primeiros a ser atendidos foram os funcionários cujos nomes se iniciam com as letras A, B, C e D.

Neste sábado (12) serão cadastrados os servidores que iniciam com as letras E,F,G e H. Já no domingo (13) será a vez das iniciais I, J, K e L. Na segunda-feira (14) apenas a letra M; na terça-feira (15) serão cadastrados aqueles com as letras N, O, P, Q, R, S e T e na quarta-feira (26) o processo será encerrado com os servidores de iniciais U, V, W, X, Y e Z.

No entanto, quem perder o dia do cadastramento só deverá ser atendido a partir do dia 17 deste mês. Naquela data, o Banco do Brasil irá anunciar a forma como fará o cadastro dos retardatários.

Transferência gratuita – A gerência do BB ainda esclarece que os servidores terão que abrir nova conta no Banco do Brasil, mas podem permanecer sendo clientes do Banco Real e fazer a transferência do salário gratuitamente. O superintendente explica que uma resolução baixada pelo Banco Central permite a transferência do valor integral do salário de uma conta para outra sem a cobrança de taxa.

Além da transferência gratuita, o servidor também estará isento do pagamento de taxa para pacote de serviços do banco por 12 meses. E ainda terá outras vantagens na aquisição de empréstimos e demais serviços bancários. Quem preferir, ainda poderá optar por um pacote de serviços essenciais que terá isenção por tempo indeterminado.

Baseado em dados fornecidos pelo Governo do Estado, o Banco do Brasil já realizou um pré-cadastramento. Mas o servidor deve complementar ou atualizar os dados com os documentos (originais e cópias): CPF, documento de identidade (RG ou CNH), comprovante de residência emitido há pelo menos 90 dias e de renda. O Banco ainda informa que as contas serão distribuidas de forma aleatória, mas a partir de fevereiro o servidor poderá optar pela agência de sua preferência.

Os servidores públicos estaduais vão receber o 13º salário no próximo dia 18 deste mês,através das agências e postos de serviços do Banco do Brasil, e o pagamento de dezembro será efetuado no próximo dia 29. Em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (10), na Secretaria de Comunicação Institucional (Secom), o secretário da Administração, Antonio Fernandes Neto, e o superintendente estadual do Banco do Brasil, Carlos Alberto Ramos Silva, explicaram em detalhes todas as etapas da operação necessária ao cadastramento dos servidores no novo banco.

O secretário Antonio Fernandes Neto anunciou que a partir desta sexta-feira (11) e até o dia 16 deste mês, o Banco do Brasil vai atender aos 112 mil servidores estaduais para a regularização de suas contas. O horário de atendimento será das 7h às 20h.

Locais e cronograma – Os locais para o cadastramento são os seguintes: em João Pessoa, no Espaço Cultural José Lins do Rego; em Campina Grande, na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB); nas cidades de Guarabira, Patos, Sousa e Cajazeiras os servidores estaduais farão o cadastro nas agências do Banco do Brasil.

Os servidores devem ficar atentos ao cronograma estabelecido pelo BB em acordo com a Secretaria da Administração do Estado:

– dia 11/12 – pessoas cujos nomes tenham as iniciais A, B, C e D;

– dia 12/12 – letras E, F, G e H;

– dia 13/12 – letras I, J, K e L;

– dia 14/12 – letra M;

– dia 15/12 – letras N, O, P, Q, R, S e T; e

– dia 16/12 – letras U, V, W, X, Y e Z.

Os servidores que recebem consignados também tem que seguir o mesmo cronograma.

Atualização – Baseado em dados fornecidos pelo Governo do Estado, o Banco do Brasil já realizou um pré-cadastramento, porém o servidor deverá complementar ou atualizar os dados munidos dos seguintes documentos (originais e cópias): CPF, Documento de Identidade (RG ou CNH), comprovantes de residência emitido há pelo menos 90 dias e de renda.

O sistema abrirá outra conta corrente nos seguintes casos:

a) servidor com conta no Banco do Brasil sem movimento há mais de 180 dias;

b) servidor com conta conjunta no BB independente de titularidade (num segundo momento o servidor que for o 1º titular de uma conta conjunta poderá optar por receber seus proventos nesta conta);

c) servidor com dívida vencida no conglomerado há mais de 180 dias; d) servidor que possua apenas conta de poupança. O Banco do Brasil informa que os clientes com restrição terão uma conta corrente aberta, porém só poderão utilizar crédito após a regularização da situação.

Orientações – Na entrevista foi informado que neste primeiro momento as contas foram abertas e distribuídas aleatoriamente, podendo o servidor, a partir de fevereiro de 2010, transferir a sua conta para a agência de sua conveniência. Para os servidores com pendências de CPF, junto à Receita Federal, o banco sugere regularização da situação.

Benefícios – O superintendente do Banco do Brasil, Carlos Alberto Ramos Silva, anunciou que os servidores do Estado da Paraíba terão os seguintes benefícios:

1 – isenção da tarifa do pacote de serviços por 12 meses;

2 – isenção da tarifa de anuidade do cartão de crédito por seis meses;

3 – isenção da taxa de mensagem de celular por dois meses;

4 – 25% de desconto para contratação ou renovação de BB Seguro Auto;

5 – Crédito Pessoal em condições muito especiais em termos de prazo e taxa. As linhas de crédito disponíveis para os servidores serão BB Crédito Consignado – prazo de até 48 meses, e BB Crédito Salário, com prazo de até 84 meses e até seis meses de carência.

O Banco do Brasil informa que todo cliente tem direito a uma TED ou DOC por mês, com isenção de tarifa. No primeiro pagamento e até o dia 28 de fevereiro de 2010, o limite de saques nos Terminais de Atendimento Automático será de R$ 2.000,00.

Folha e contrato – O secretário da Administração, Antonio Fernandes Neto, informou que a folha mensal de pessoal é em torno de R$ 155 milhões. O contrato com o Banco Real venceria em dezembro de 2010 e o Estado vai pagar pela rescisão antecipada. Ele destacou que o governador José Maranhão sempre quis negociar com um banco público e o Banco do Brasil, “a maior instituição financeira do País, vai ajudar a Paraíba neste processo de reconstrução. O Governo do Estado vai receber do Banco do Brasil, pela transferência de suas contas, R$ 210 milhões que serão investidos nas áreas de saúde, segurança pública, educação, dentre outras”.

O Banco do Brasil tem na Paraíba uma estrutura de 96 agências, 881 terminais de auto-atendimento, 1.112 funcionários e é a maior rede bancária no Estado. Três novas agências estão sendo construídas em João Pessoa e Campina Grande. Em 200 anos de existência, o BB é o maior da América Latina.

Fonte www.aspolpb.com.br