sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Policiais e Bombeiros de MS realizam marcha em favor da PEC 300


Mais de 1.500 soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, entre eles soldados, cabos, sargentos, subtenentes e oficiais de todo estado participaram nesta tarde uma marcha manifesto em Campo Grande. A manifestação teve como concentração a Praça do Rádio Clube e cerca de 15 ônibus foram disponibilizados para os servidores do interior.

A “Marcha Nacional em Defesa da Equiparação Salarial no Brasil” foi realizada pela aprovação da PEC 300/08 e PEC 041/08, que estabelecem um piso nacional para a classe, atingindo policiais militares, bombeiros, policiais civis (ativos e inativos), além das pensionistas. A marcha também contou com o apoio dos parlamentares, vereador Cabo Almi (PT) e do deputado estadual Coronel Ivan (PRTB).

De acordo com o diretor da Associação dos Sub-tenentes e Sargentos dos Policiais Militares e Bombeiros de Mato Grosso do Sul (ASSPMBM-MS), sargento Cézar Piccoli, a manifestação é pacífica e não remete a nenhum movimento de greve. “Não estamos indicando qualquer paralisação, queremos apenas garantir que a PEC-041 seja aprovada rapidamente. Hoje pedimos que o nosso piso salarial seja igual a todos os servidores a nível nacional.”, disse o diretor.

A principal reivindicação é de que os servidores de segurança pública tenham os seus pisos salariais igualados, tendo como base inicial o valor estipulado no Distrito Federal, onde o piso é de R$ 4 mil.

PEC 300/08 – A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 300/2008, foi apresentada na Câmara Federal e determina a alteração da redação do parágrafo 9º do artigo 144 da Constituição Federal/CF1988, e estabelece a equiparação dos salários de mais de 700 mil servidores militares dos estados, inclusos ativos, e inativos integrantes das policiais militares, e dos corpos de bombeiros militares, com a PM do Distrito Federal. Configurando um “Piso Nacional” para a classe. A proposta se estende também as pensionistas.

PEC 041/08 - Com tramitação acelerada e votação em dois turnos, o Senado aprovou neste mês (2) a proposta de emenda à Constituição PEC 041/08 que determina a edição de lei para fixar o piso salarial dos policiais civis e militares, incluindo bombeiros militares. O texto, que segue à Câmara dos Deputados, teve em primeiro turno 62 votos a favor, com 55 votos favoráveis às emendas, e em segundo turno 55 votos a favor da proposta com as emendas e 56 a favor de emenda apresentada em Plenário.

Deficiências

Mesmo com o pedido para que a PEC 041/08 seja aprovada, alguns servidores alegam deficiências na emenda, principalmente por que até o momento não há um valor fixo referente ao piso dos servidores e também o documento não daria respaldo aos soldados inativos. “Pedimos que essa PEC também seja revisada pois não temos a garantia de um valor para o nosso piso e nossos soldados inativos também não estão incluídos na decisão encaminhada pelo governo federal”, disse o policial Marcelo Matos Mendonça.

Às 15h30 os policiais iniciaram a caminhada, que seguiu pela Avenida Afonso Pena, em seguida a rua 14 de Julho, Antonio Maria Coelho e Pedro Celestino, retornando até a Praça do Rádio Clube.

FONTE: http://www.capitalnews.com.br/ver_not.php?id=84026&ed=Geral&cat=Not%C3%ADcias




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.