quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Paraíba - Banco do Brasil assume a folha e servidores devem comparecer para confirmar contas.

Primeiro dia de abertura de contas é bastante movimentado no Espaço Cultural, em João Pessoa

O servidor do Estado que estiver doente e não puder comparecer ao Espaço Cultural para fazer o cadastramento do Banco do Brasil será atendido em casa ou no hospital. Para isso, só precisa entrar em contato com a instituição bancária através do fone 3044-4500 e informar o nome completo, número da matrícula, RG e CPF e especificar o tipo da enfermidade. Um funcionário do banco irá visitar o servidor e fará o cadastramento no local onde ele estiver.

A informação é do superintendente estadual do Banco do Brasil na Paraíba, Carlos Alberto Ramos Silva. Ele esclareceu ainda que o salário de dezembro e o 13º serão depositados automaticamente nas contas dos servidores que já são clientes do Banco do Brasil. No entanto, para que isso ocorra, é necessário que a conta seja corrente, não tenha dívidas vencidas há mais de 180 dias e nem esteja sem movimentação há mais de seis meses.

O dirigente do BB alerta que as pessoas com conta-conjunta ou poupança também precisam fazer o cadastramento, porque o salário do Estado não poderá ser depositado nessas modalidades de contas.

Cadastro – Outro esclarecimento do banco é com relação aos dias do cadastramento. Para evitar transtornos, o banco elaborou um calendário e os servidores vêm sendo cadastrados de acordo com as iniciais de seus nomes, com prioridade para idosos, cadeirantes, mulheres grávidas ou com crianças de colo. Os trabalhos começaram nesta sexta-feira (11). Os primeiros a ser atendidos foram os funcionários cujos nomes se iniciam com as letras A, B, C e D.

Neste sábado (12) serão cadastrados os servidores que iniciam com as letras E,F,G e H. Já no domingo (13) será a vez das iniciais I, J, K e L. Na segunda-feira (14) apenas a letra M; na terça-feira (15) serão cadastrados aqueles com as letras N, O, P, Q, R, S e T e na quarta-feira (26) o processo será encerrado com os servidores de iniciais U, V, W, X, Y e Z.

No entanto, quem perder o dia do cadastramento só deverá ser atendido a partir do dia 17 deste mês. Naquela data, o Banco do Brasil irá anunciar a forma como fará o cadastro dos retardatários.

Transferência gratuita – A gerência do BB ainda esclarece que os servidores terão que abrir nova conta no Banco do Brasil, mas podem permanecer sendo clientes do Banco Real e fazer a transferência do salário gratuitamente. O superintendente explica que uma resolução baixada pelo Banco Central permite a transferência do valor integral do salário de uma conta para outra sem a cobrança de taxa.

Além da transferência gratuita, o servidor também estará isento do pagamento de taxa para pacote de serviços do banco por 12 meses. E ainda terá outras vantagens na aquisição de empréstimos e demais serviços bancários. Quem preferir, ainda poderá optar por um pacote de serviços essenciais que terá isenção por tempo indeterminado.

Baseado em dados fornecidos pelo Governo do Estado, o Banco do Brasil já realizou um pré-cadastramento. Mas o servidor deve complementar ou atualizar os dados com os documentos (originais e cópias): CPF, documento de identidade (RG ou CNH), comprovante de residência emitido há pelo menos 90 dias e de renda. O Banco ainda informa que as contas serão distribuidas de forma aleatória, mas a partir de fevereiro o servidor poderá optar pela agência de sua preferência.

Os servidores públicos estaduais vão receber o 13º salário no próximo dia 18 deste mês,através das agências e postos de serviços do Banco do Brasil, e o pagamento de dezembro será efetuado no próximo dia 29. Em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (10), na Secretaria de Comunicação Institucional (Secom), o secretário da Administração, Antonio Fernandes Neto, e o superintendente estadual do Banco do Brasil, Carlos Alberto Ramos Silva, explicaram em detalhes todas as etapas da operação necessária ao cadastramento dos servidores no novo banco.

O secretário Antonio Fernandes Neto anunciou que a partir desta sexta-feira (11) e até o dia 16 deste mês, o Banco do Brasil vai atender aos 112 mil servidores estaduais para a regularização de suas contas. O horário de atendimento será das 7h às 20h.

Locais e cronograma – Os locais para o cadastramento são os seguintes: em João Pessoa, no Espaço Cultural José Lins do Rego; em Campina Grande, na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB); nas cidades de Guarabira, Patos, Sousa e Cajazeiras os servidores estaduais farão o cadastro nas agências do Banco do Brasil.

Os servidores devem ficar atentos ao cronograma estabelecido pelo BB em acordo com a Secretaria da Administração do Estado:

– dia 11/12 – pessoas cujos nomes tenham as iniciais A, B, C e D;

– dia 12/12 – letras E, F, G e H;

– dia 13/12 – letras I, J, K e L;

– dia 14/12 – letra M;

– dia 15/12 – letras N, O, P, Q, R, S e T; e

– dia 16/12 – letras U, V, W, X, Y e Z.

Os servidores que recebem consignados também tem que seguir o mesmo cronograma.

Atualização – Baseado em dados fornecidos pelo Governo do Estado, o Banco do Brasil já realizou um pré-cadastramento, porém o servidor deverá complementar ou atualizar os dados munidos dos seguintes documentos (originais e cópias): CPF, Documento de Identidade (RG ou CNH), comprovantes de residência emitido há pelo menos 90 dias e de renda.

O sistema abrirá outra conta corrente nos seguintes casos:

a) servidor com conta no Banco do Brasil sem movimento há mais de 180 dias;

b) servidor com conta conjunta no BB independente de titularidade (num segundo momento o servidor que for o 1º titular de uma conta conjunta poderá optar por receber seus proventos nesta conta);

c) servidor com dívida vencida no conglomerado há mais de 180 dias; d) servidor que possua apenas conta de poupança. O Banco do Brasil informa que os clientes com restrição terão uma conta corrente aberta, porém só poderão utilizar crédito após a regularização da situação.

Orientações – Na entrevista foi informado que neste primeiro momento as contas foram abertas e distribuídas aleatoriamente, podendo o servidor, a partir de fevereiro de 2010, transferir a sua conta para a agência de sua conveniência. Para os servidores com pendências de CPF, junto à Receita Federal, o banco sugere regularização da situação.

Benefícios – O superintendente do Banco do Brasil, Carlos Alberto Ramos Silva, anunciou que os servidores do Estado da Paraíba terão os seguintes benefícios:

1 – isenção da tarifa do pacote de serviços por 12 meses;

2 – isenção da tarifa de anuidade do cartão de crédito por seis meses;

3 – isenção da taxa de mensagem de celular por dois meses;

4 – 25% de desconto para contratação ou renovação de BB Seguro Auto;

5 – Crédito Pessoal em condições muito especiais em termos de prazo e taxa. As linhas de crédito disponíveis para os servidores serão BB Crédito Consignado – prazo de até 48 meses, e BB Crédito Salário, com prazo de até 84 meses e até seis meses de carência.

O Banco do Brasil informa que todo cliente tem direito a uma TED ou DOC por mês, com isenção de tarifa. No primeiro pagamento e até o dia 28 de fevereiro de 2010, o limite de saques nos Terminais de Atendimento Automático será de R$ 2.000,00.

Folha e contrato – O secretário da Administração, Antonio Fernandes Neto, informou que a folha mensal de pessoal é em torno de R$ 155 milhões. O contrato com o Banco Real venceria em dezembro de 2010 e o Estado vai pagar pela rescisão antecipada. Ele destacou que o governador José Maranhão sempre quis negociar com um banco público e o Banco do Brasil, “a maior instituição financeira do País, vai ajudar a Paraíba neste processo de reconstrução. O Governo do Estado vai receber do Banco do Brasil, pela transferência de suas contas, R$ 210 milhões que serão investidos nas áreas de saúde, segurança pública, educação, dentre outras”.

O Banco do Brasil tem na Paraíba uma estrutura de 96 agências, 881 terminais de auto-atendimento, 1.112 funcionários e é a maior rede bancária no Estado. Três novas agências estão sendo construídas em João Pessoa e Campina Grande. Em 200 anos de existência, o BB é o maior da América Latina.

Fonte www.aspolpb.com.br






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.