sábado, 3 de outubro de 2009

Governo entrega licença à Petrobras para início das obras da refinaria Clara Camarão.




A governadora Wilma de Faria entregou na manhã desta sexta-feira (2), na sede da Governadoria, as licenças ambientais para que a Petrobras dê início às obras de implantação da refinaria Clara Camarão no Estado. Durante a solenidade, Wilma de Faria anunciou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva virá ao Rio Grande do Norte no dia 19 de novembro já para visitar as obras, que terão início nesta segunda-feira (5), segundo o gerente geral da refinaria, Ney Argolo.


"A nossa meta é começar a produção de gasolina já a partir do final do ano que vem", disse Argolo, que considerou a refinaria "um ganho imediato de logística para a empresa."

Para a governadora Wilma de Faria, a unidade de refino agrega valor ao óleo já produzido no Estado e trará melhorias de logística, de infra-estrutura e divisas para o Rio Grande do Norte. "Temos que aproveitar as nossas potencialidades em benefício da nossa população. A refinaria é uma realidade e um investimento importante", ressaltou.


A Refinaria Potiguar Clara Camarão será instalada no Pólo Industrial de Guamaré, onde atualmente já existe produção de GLP, diesel e querosene de aviação, e terá capacidade para processar 30 mil barris/dia de petróleo e produzir 4,5 mil barris/dia de gasolina. Sua operação está prevista para 2010 e os investimentos serão da ordem de US$ 191 milhões.


Com a nova instalação, o Rio Grande do Norte será auto-suficiente na produção de gasolina. O mercado do Estado consome mensalmente 22,6 milhões de litros de gasolina, 28,5 milhões de litros de óleo diesel, 7,1 milhões de litros de querosene de aviação, 7,6 milhões de litros de álcool e 6 milhões de botijões de GLP.

Participaram da solenidade, além do gerente geral da refinaria Clara Camarão, Ney Argolo, o gerente de Produção e Exploração da Petrobras no Estado, Joelson Mendes, o gerente de Engenharia da empresa para o Rio Grande do Norte e Ceará, Rogério Ligori, o gerente de Engenharia da refinaria, Emanuel Eduardo, e o secretário de Energia e Assuntos Internacionais do Estado, Jean Paul Prates. Também estavam presentes à solenidade, representantes do Idema, órgão do Governo do Estado encarregado das licenças ambientais.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.